Folha Vitória Homenagem para ex-prefeito tem até cerveja em cemitério do ES

Homenagem para ex-prefeito tem até cerveja em cemitério do ES

Gilson Amaro morreu em 2021, em decorrência da covid, mas seu filho sempre procura matar a saudade do pai visitando o túmulo

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um vídeo publicado nas redes sociais tem causado polêmica e dividido opiniões. Nele, o filho do ex-prefeito Gilson Amaro aparece em um encontro um tanto quanto divertido ao lado do túmulo de seu pai, acompanhado de amigos.

O filho do ex-prefeito relembra que, durante todos os anos, seu pai o acompanhava ao cemitério em Finados, e que foi ele quem providenciou sua própria sepultura. O ex-prefeito e sua família sempre tiveram o hábito de celebrar festas e realizar reuniões anuais com grande alegria. Veja:

A situação peculiar, ocorrida em um cemitério da zona rural de São Roque do Canaã, chamou a atenção de muitos, gerando discussões sobre o respeito aos cemitérios e à memória dos entes queridos. Gilson morreu em 2021, em decorrência da covid.

Em entrevista ao Folha Vitória, o filho do ex-prefeito ressaltou que sua família sempre foi unida e feliz, caracterizada por pessoas alegres. Ele destaca a importância de entender que existiu um político chamado Gilson Amaro, mas também uma pessoa com sentimentos e relações pessoais.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

"Naquele dia, eu estava com muita saudade do meu pai e ele era botafoguense. Como o Botafogo estava ganhando, chamei uns amigos e levamos umas cervejas e petiscos. Uma das pessoas que estavam lá filmou e divulgou", conta.

O filho do ex-prefeito conta que, mesmo podendo ser mal interpretado por outras pessoas, o encontro foi realizado com respeito e carinho, em memória do pai.

"Sempre vou ao cemitério para limpar e rezar. Aquele foi um momento de curtir as lembranças boas que temos com ele", destaca.

O filho de Gilson Amaro conta que guarda recordações positivas de seu pai, que lhe ensinou a valorizar as pessoas e a importância da fé cristã. Ele destaca que o ex-prefeito utilizava sua posição política para ajudar os outros, mesmo tendo partido sem acumular riquezas ou patrimônio.

A família do ex-prefeito não seguiu seus passos na política. O filho afirma que seu pai tinha muitos amigos e era uma pessoa querida. Por este motivo, eles transformam essa lembrança em felicidade.

É válido ressaltar que o filho do ex-prefeito garante que seu objetivo nunca foi desrespeitar a memória de seu pai. Pelo contrário, ele afirma que realiza esses encontros com muito carinho e consideração, como uma forma de manter viva a lembrança de seu familiar.

Últimas