Folha Vitória Meninas são espancadas por reclamarem de insultos na escola

Meninas são espancadas por reclamarem de insultos na escola

Pelo menos 34 garotas foram levadas para o hospital após agressão. Nenhuma sofreu ferimentos graves e 10 pessoas foram presas

Folha Vitória
Imagem ilustrativa

Carolina Vilela*, do R7 com agências internacionais

Cerca de 34 meninas estão em recuperação em um internato após terem sido espancadas por um grupo de adolescentes, pais e vizinhos, na Índia neste sábado (6). As informações são da agência de notícias Reuters.

Segundo a agência de notícias, o grupo de meninas, com idades entre 12 e 16 anos, estava brincando em uma escola no distrito de Supaul, em Bihar, quando alguns garotos apareceram e escreveram mensagens ofensivas nas paredes da escola.

De acordo com o superintendente da polícia, Mrityunjay Kumar Chaudhary, uma discussão verbal se tornou física e um grupo de mais de 60 meninas "dominaram" os garotos, que teriam fugido para retornar com reforços adultos.

"(Eles) voltaram com os pais. Os meninos com os pais invadiram a escola, espancaram as meninas", disse Chaudhary à rede de notícias CNN.

O Dr. Prakash Kumar afirmou que as meninas foram levadas para o Hospital Anumandaliya, em Supal, e que nenhuma delas sofreu ferimentos graves. "O cabelo delas foi arrancado e algumas foram socadas, então tiveram inchaço e lesões externas. Ninguém tem ossos quebrados ou ferimentos internos", disse o médico.

O chefe do distrito de Supal, Baidyanath Yadav, afirmou à CNN que medidas de segurança adicionais foram implentadas no colégio e que conselheiras foram enviadas para o local após o incidente.

De acordo com a Reuters, 10 pessoas foram presas.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Cristina Charão!

Últimas