Folha Vitória Modelo drive-thru será utilizado durante vacinação contra o coronavírus em Vitória

Modelo drive-thru será utilizado durante vacinação contra o coronavírus em Vitória

A prefeitura da capital, no entanto, frisou que toda estratégia de imunização vai depender do quantitativo de doses da vacina que o município vai receber

Folha Vitória
Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A Prefeitura de Vitória vai adotar o modelo drive-thru, em que a pessoa é atendida dentro do próprio carro, durante a campanha de vacinação contra o novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, esse formato de imunização faz parte das estratégias a serem adotadas dentro do plano de vacinação da capital capixaba.

Além disso, as vacinas também serão aplicadas nas 28 salas de vacinação das unidades de saúde de Vitória, em hospitais e em domicílios para pessoas acamadas, além da criação de postos volantes. Outra estratégia será o agendamento online, de forma a organizar a vacinação e evitar filas.

A prefeitura, no entanto, frisou que toda estratégia vai depender do quantitativo de doses da vacina que o município vai receber. A administração municipal espera receber pelo menos 32 mil doses para a primeira etapa da imunização, cujo público-alvo será idosos que vivem nas instituições de longa permanência e os com idade acima de 75 anos, além de trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus e a população indígena aldeada.

Em entrevista à equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV, na quinta-feira (14), a secretária municipal de Saúde, Thaís Cohen, afirmou que, caso o número de doses destinadas à capital capixaba seja menor que 32 mil, poderá ser necessário reduzir o público alvo, inicialmente.

"Para a primeira etapa, a gente precisava, minimamente, de 32 mil doses. Se a gente recebe muito menos do que isso, teremos que começar dos mais prioritários ainda, se é que esse termo poderia ser usado", afirmou.

A campanha de vacinação contra a covid-19 está prevista para começar na próxima quarta-feira (20), em todo o país, segundo o Ministério da Saúde. O início da imunização, no entanto, ainda depende do aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com relação ao uso emergencial das vacinas CoronaVac e da AstraZeneca, o que deve acontecer neste domingo (17).

De acordo com o prefeito Lorenzo Pazolini, Vitória já está pronta para iniciar a vacinação. O prefeito demonstrou satisfação com a possibilidade de a imunização ter início já na próxima semana. 

"Recebemos com muita alegria a chegada da vacina. É uma esperança para que, em breve, as coisas voltem ao normal em nossa cidade. Por enquanto, vamos continuar mantendo todas as medidas sanitárias", afirmou Pazolini.

Últimas