Folha Vitória Primeira escola cívico-militar do Espírito Santo é inaugurada em Viana

Primeira escola cívico-militar do Espírito Santo é inaugurada em Viana

Apesar da inauguração, ainda não há previsão para o retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino

Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A primeira escola cívico-militar do Espírito Santo foi inaugurada, na manhã desta segunda-feira (12), em Viana. A unidade está localizada no bairro Vila Bethânia. A escola já conta com 607 alunos matriculados. Apesar da inauguração, ainda não há previsão para o retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino. O retorno ou não das aulas presenciais em 2020 será definido após o fim da avaliação/consulta que o município faz junto à comunidade escolar e as autoridades de Saúde.

As disciplinas ministradas na escola serão aplicadas por professores regulares e militares da reserva. Para contar com a atuação dos militares, a prefeitura do município firmou um convênio com a Polícia Militar do Espírito Santo, onde os policiais cedidos trabalharão em regime de colaboração para desenvolver as atividades relacionadas à disciplina de Ética, Cidadania e Ordem Unida, além de auxiliar o corpo docente nas demais atividades.

De acordo com a secretária de Educação de Viana, Luzian Belisario, todos os policiais cedidos possuem formação pedagógica em alguma área da Educação. “Todo o trabalho que será ministrado na escola seguirá a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) e demais leis do Ministério da Educação”, contou.

Os alunos da unidade de ensino terão o uniforme semelhante à farda da Polícia Militar e terão no dia a dia escolar o momento para realização de ritos militares, como hasteamento e arriamento da Bandeira do Brasil, formação para cantar o Hino Nacional, entre outros.

Estrutura

A escola cívico-militar de Viana conta com uma área construída de 2.114,80 m². O espaço é composto por um bloco educacional com dois pavimentos e área esportiva coberta. A unidade contará com 10 salas de aula, laboratório, banheiros e demais espaços. A obra faz parte do Programa Municipal de Obras (PMO) e conta com um investimento do município de mais de R$ 4,5 milhões.

Últimas