Folha Vitória Saiba como usar o chatGPT na busca por emprego

Saiba como usar o chatGPT na busca por emprego

Profissionais têm recorrido aos chatbots para se destacar em processos seletivos, seja na preparação para entrevistas ou em testes...

Folha Vitória
Foto: Reprodução/ Pexels
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O avanço do uso de inteligência artificial tem transformado a experiência dos candidatos na disputa por uma vaga no mercado de trabalho. Muitos profissionais têm recorrido aos chatbots para se destacar em processos seletivos, seja na capacitação para entrevistas ou em testes de redação. 

Consultores do PageGroup, referência mundial em recrutamento especializado de executivos de todos os níveis hierárquicos, avaliam as melhores maneiras de usar a IA na busca por um novo emprego.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

“O chatGPT precisa ser visto como uma facilidade e não como uma ferramenta que substitua o conhecimento humano. O ideal é que os candidatos extrapolem o uso do robô, provocando uma combinação de dados e informações, para que as respostas sejam as mais completas possíveis, ajudando o profissional na tomada de decisão”, explica Mario Maffei, gerente da divisão de Tecnologia do PageGroup.

Confira algumas dicas de como utilizar a ferramenta

1- Tenha em mente o que deseja saber

O primeiro passo é definir quais informações deseja obter. A ferramenta ainda não está totalmente preparada, por exemplo, para levantar dados históricos mais recentes, uma vez que seu banco de dados é atualizado até setembro de 2021. 

“Se o candidato estiver procurando o chatGPT para pegar insights e dados sólidos, nesse momento ele não é a principal fonte de busca desse tipo de informação”, ressalta Maffei.

2- Imagine-se em um bate-papo

A interação no chatGPT acontece no formato de pergunta e resposta. Baseado na pergunta principal, o ideal é fazer novas perguntas relacionadas ao mesmo tema.

É importante seguir uma conversa lógica para que as informações não se percam e seja possível explorar o máximo de respostas encontradas pelo robô.

3- Não faça perguntas visando respostas qualitativas ou baseadas em opinião 

Questões como “Qual é a melhor empresa para se trabalhar?” ou “Qual é o cargo que ganha mais salário?” envolvem qualidade e a ferramenta não está programada para emitir opinião. 

Opte por perguntas mais completas, para que o robô correlacione informações em sua base de dados. Exemplo: “Considerando um profissional que deseja iniciar sua carreira no segmento de tecnologia e que atua no mercado de trabalho brasileiro, quais são as empresas mais bem posicionadas no cenário global?”.

4- Questione sobre seu perfil e habilidades

O chatGPT também pode orientar possíveis caminhos a seguir em uma profissão segundo as habilidades comportamentais, conhecidas como softskills. 

Coloque na ferramenta suas principais características e pergunte as profissões mais compatíveis com seu perfil. Certamente, ele elencará áreas que podem ser escolhidas pelo candidato.

5- Não busque informações sobre tendências ou futuro

Dificilmente o chatbot fará uma previsão, porque ele não foi programado para essa funcionalidade. Se a pergunta for bem formulada, provavelmente ele trará uma resposta baseada em um histórico sobre o assunto. 

“Para quem está buscando emprego, não recomendaria usar a ferramenta para saber sobre mercados em ascensão, cargos em alta. A melhor forma do candidato é pesquisar sobre segmentos que mais cresceram ou quais profissionais são mais procurados em sua área”, comenta o especialista.
Últimas