Folha Vitória Se estivesse vivo, Chester Bennington, do Linkin Park, completaria 47 anos nesta segunda

Se estivesse vivo, Chester Bennington, do Linkin Park, completaria 47 anos nesta segunda

Vocalista do Linkin Park foi encontrado morto dentro de casa no dia 20 de julho de 2017

Folha Vitória
Foto: Instagram/ @chesterbe
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Se estivesse vivo, Chester Bennington, ex-vocalista do Linkin Park, completaria 47 anos nesta segunda-feira (20). 

O artista começou a carreira no Sean Dowdell And His Friends, passando para o Grey Daze na sequência. O grupo lançou dois trabalhos na metade dos anos 1990.

Na virada do século, se juntou ao Xero, que se tornaria o Linkin Park. A banda se tornou uma das maiores de sua geração, lançando sete álbuns de músicas inéditas e vendendo mais de 100 milhões de discos pelo mundo afora. 

 Chester foi encontrado morto em casa no dia 20 de julho de 2017. 

No dia 6 de fevereiro, o Linikin Park anunciou uma música inédita. Lost foi lançada nas plataformas de streaming. A faixa faz parte dos arquivos do disco Meteora, de 2003. Lost conta com vocais de Chester, que morreu há seis anos. Depois de sua morte, em 2017, o Linkin Park anunciou uma pausa.

OUÇA

"Encontrar esta faixa foi como encontrar uma foto favorita que você havia esquecido ter tirado, como se ela estivesse esperando o momento certo para se revelar. Durante anos, os fãs nos pedem para lançar algo com a voz de Chester [Bennington], e estou emocionado por termos sido capazes de fazer isso acontecer de uma maneira tão especial", disse Mike Shinoda na época do lançamento. 

A divulgação da faixa aconteceu como um jogo de charadas no site da banda. Para desbloquear o mistério, os fãs precisavam reunir corretamente as pistas.

O Meteora foi lançado originalmente em março de 2003 e alcançou a posição #1 na Billboard Top 200 antes de atingir a marca 7x-platina nos Estados Unidos. O disco traz faixas memoráveis como Numb, que eclipsou mais de 1 bilhão de streams no Spotify.

Últimas