Folha Vitória Três homicídios dolosos, com intensão de matar, são registrados por dia no Espírito Santo

Três homicídios dolosos, com intensão de matar, são registrados por dia no Espírito Santo

A maioria dos casos registrados este ano aconteceu no município de Cariacica

Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

De janeiro a setembro deste ano, mais de 800 homicídios dolosos, as mortes intencionais, foram registras no Espírito Santo. A maioria dos casos aconteceu no município de Cariacica. O número representa uma média de três casos por dia.

A manhã de 29 de agosto ficará marcada para a família de André Luiz Reche Santos, de 42 anos. O vendedor ambulante foi morto a tiros na frente de casa no bairro Boa Sorte, em Cariacica. 

A esposa de André contou que ele estava sentado, tomando café, quando criminosos chegaram e o chamaram na porta. Quanto André foi atender, acabou assassinado. 

O casal viveu junto por dez anos. Segundo a mulher, ele era uma pessoa trabalhadora e nunca teria tido problemas com ninguém. Ela não sabe o que pode ter motivado o crime. Dois meses após o assassinato, a mulher tenta superar a perda.

"Era um bom marido, trabalhador, companheiro. Me ajudava nos momentos bons e difíceis. Nós éramos sempre unidos, não tínhamos briga nem nada", contou. 

A família de André entrou para uma triste estatística. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública(Sesp), nos nove primeiro meses do ano foram registrados 820 homicídios dolosos, quando há intensão de matar, no Espírito Santo. Só no município de Cariacica foram 110 casos. 

Em resposta à violência, a polícia diz que tem realizado operações de inteligência em áreas consideradas mais vulneráveis. Segundo o secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Ramalho, a maioria dos casos está ligada ao tráfico de drogas.

"Lamentavelmente, a grande maioria dos crimes ainda estão relacionados com o tráfico de entorpecentes. Mas, neste ano, nos chamou a atenção os crimes de proximidades, quando a vítima tem contato com o criminoso. Apesar do número alto, estamos com uma redução de 1,6% em relação ao mesmo período do ano passado", destacou.  

A Polícia Civil disse que nenhum suspeito de matar André Luiz foi detido e que o caso segue em investigação. 

*Com informações da repórter Gabriela Valdetaro, da TV Vitória/Record TV. 

LEIA TAMBÉM: 

>> VÍDEO | Bombeiros fazem homenagem a menino de 6 anos assassinado em São Gabriel

>> VÍDEO | Homem se pendura em cano para furtar fios de cobre em loja de Vila Velha

>> Esquadrão antibombas detona quatro bombas em bairro de Vitória

Últimas