Folha Vitória Viana continua vacinação para pessoas de 18 a 49 anos com dose ajustada da Astrazeneca

Viana continua vacinação para pessoas de 18 a 49 anos com dose ajustada da Astrazeneca

Balanço oficial dos trabalhos já realizados sobre o estudo em Viana serão divulgados pelo secretário de Estado da Saúde

Folha Vitória
Foto: Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O projeto Viana Vacinada prorrogou o agendamento e a aplicação em toda a população da cidade, sem comorbidades, entre 18 e 49 anos. Os voluntários do estudo estão recebendo meia dose da vacina Astrazeneca, em uma pesquisa que pode mudar os rumos da vacinação em todo o mundo.

Eleitores e moradores do município que ainda não participaram da ação podem realizar o agendamento por meio do site vianavacinada.saude.es.gov.br. A aplicação é realizada na central É Pra Já, em Marcílio de Noronha, das 8 ás 20 horas.

Leia também: Perguntas e respostas sobre a vacinação em massa contra a covid em Viana

Segundo informações da Prefeitura do município, o balanço oficial dos trabalhos já realizados sobre o estudo em Viana serão divulgados pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, e pelo prefeito Wanderson Bueno, em coletiva na tarde desta segunda-feira (21).

Vacinação

A cidade de Viana realizou, no último dia 13, o Dia D da vacinação para o projeto Viana Vacinada. Um total de 14 mil pessoas foram vacinadas contra a covid-19, com meia dose da vacina Astrazeneca. A imunização ocorreu ao longo de toda a semana e cerca de 17 mil vianenses receberam a aplicação.

Leia também: Mais de 9 mil vagas de agendamento para 40 anos ou mais em Vila Velha e Cariacica

Viana Vacinada

A cidade faz parte da pesquisa da Fiocruz em parceria com o Hucam e é a única do Brasil a participar do estudo. Com base em estudos preliminares, eles querem descobrir se duas aplicações de meia dose da vacina da Astrazeneca são suficientes para garantir a imunização da população. Se isso se confirmar, com a mesma quantidade de vacina vai ser possível imunizar o dobro da população.

Independentemente do resultado, os participantes não correm risco de ficar sem a proteção contra a covid 19 ao final do experimento. Uma dose de reforço será aplicada caso as duas meias doses não sejam suficientes, segundo os pesquisadores.

Últimas