Gazeta Digital Leilão de aeroportos trará R$ 771 milhões em investimentos

Leilão de aeroportos trará R$ 771 milhões em investimentos

aeroporto marechal rondon 800

aeroporto marechal rondon 800

Gazeta Digital

Acontece nesta sexta-feira (15) o leilão de 12 aeroportos das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. O jornal Folha de São Paulo destaca em reportagem que Mato Grosso é o único estado com 4 aeroportos que estarão sendo repassados à iniciativa privada. Objetivo é gerar R$ 771 milhões em investimentos.

Leia também - Aeroportos de MT vão a leilão nesta semana; agronegócio é atrativo principal

O Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado na região metropolitana de Cuiabá, é considerado de médio porte e tem sua importância na região para o turismo de negócio e ecoturismo, sendo a porta de entrada para o Pantanal mato-grossense e o Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.

A Folha também destaca que apesar de estar apto para realizar voos internacionais desde 1996, o terminal nunca realizou voos comerciais diretos para fora do país. A não ser voos fretados.

O Aeroporto Marechal Rondon já tinha sido contemplado com obras de infraestrutura para os jogos da Copa do Mundo de 2014. Cuiabá foi uma das cidades-sedes. Porém, as prometidas obras iniciadas em 2012 não foram concluídas.

Em maio de 2018, o contrato entre a empresa responsável e o governo do Estado foi rescindido, com 85,2%% de execução.
Mesmo com o rompimento do contrato, os serviços de ampliação e melhorias foram realizados, nos setores A e B, contemplando as áreas de embarque e desembarque doméstico e embarque internacional do aeroporto.

A obra completa do aeroporto estava orçada em R$ 85,1 milhões, mas foram pagos até o rompimento do contrato R$ 71 milhões.

Com o leilão, o terminal poderá se tornar um hub (aérea como ponto de conexão para transferir seus passageiros/carga para o destino pretendido), já que a área de cargas também deverá ser ampliada com a concessão.

A capacidade do terminal é para que 5,7 milhões de passageiros passem por ano. O Marechal Rondon recebeu em 2018, segundo o Ministério da Infraestrutura, 3,03 milhões de passageiros. Neste primeiro bimestre de 2019, já foram 532.946 mil passageiros em embarque e desembarque, um aumento de 7,28% se comparado com 2018.

Já em relação ao índice de satisfação dos passageiros, alcançou nota 4,5, atingindo a meta do Governo Federal que é de 4,0.
Mato Grosso também participará do leilão com mais 3 aeroportos: de Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta.

Em Sinop (500 km ao norte de Cuiabá), o aeroporto tem 453 hectares, com terminal, sessão de combate a incêndio, posto de abastecimento de aeronaves, 12 hangares e estacionamento para carros. Já o tamanho da pista é de 1630x30 metros.

A média de passageiros é de 150 mil por ano. O aeroporto está em processo de Certificação para Operação IRF (regras das quais o piloto se utiliza de instrumentos de bordo para conduzir a aeronave).

Já o aeroporto do município de Alta floresta (803 km ao norte de Cuiabá), possui uma área de 250 hectares, com operações IRF, diurna e noturna, um hangar e atende 110 mil passageiros por ano.

E por último o aeroporto de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), com 240 hectares, 10 hangares, hangar oficina e atende 90 mil pessoas por ano.

A previsão de investimentos é de R$ 771 milhões com as concessões pelos próximos 30 anos.