Governo paraguaio diz que 40 brasileiros estão entre fugitivos

Segundo o Ministério do Interior do Paraguai, a maioria dos presos envolvidos em fuga da penitenciária de Pedro Juan Caballero é do PCC

Segurança é reforçada após fuga no Paraguai

Segurança é reforçada após fuga no Paraguai

Ministério do Interior do Paraguai / Divulgação

A Ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Pérez, divulgou os nomes dos presos que fugiram da Penitenciária de Pedro Juan Caballero, na manhã deste domingo (19). Segundo a lista, 40 brasileiros estão entre os fugitivos.

Ao todo, conforme os dados oficiais do governo paraguaio, 75 pessoas escaparam da prisão — os outros 35 são paraguaios. Segundo o Ministério do Interior do país, a maioria dos fugitivos são da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

De acordo com o ministro do Interior, Euclides Acevedo, as autoridades locais encontraram um túneo na penitenciária, mas acredita que os presos tenham sido liberados do presídio ao longo da semana, com ajuda de agentes penitenciários.

"Acreditamos que o túnel era um recurso enganoso para legitimar ou compensar a libertação de prisioneiros. Aqui há cumplicidade com as pessoas lá dentro e este é um fenômeno que abrange todas as penitenciárias", disse Acevedo. 

A ministra Cecilia disse que recebeu ordem do presidente da República, Mario Abdo Benítez, a reforçar a segurança no país e afirmou que abriu investigação interna para apurar a fuga.

Em entrevista coletiva, ela afirmou ainda que 30 agentes penitenciários possivelmente envolvidos na fuga foram presos.