Cidades Grávida marca parto, mas dá à luz na porta de casa, e amigos buscam no Google como cuidar do bebê

Grávida marca parto, mas dá à luz na porta de casa, e amigos buscam no Google como cuidar do bebê

Madrinha do casal compartilhou a experiência nas redes sociais depois que o caso aconteceu em Curitiba, capital paranaense

  • Cidades | Do R7

História foi contada nas redes sociais por amiga do casal

História foi contada nas redes sociais por amiga do casal

Reprodução/ Twitter @diennyfontelle

Uma grávida passou por apuros nesta segunda-feira (30) em Curitiba, capital paranaense. Prestes a ter o bebê, a mãe, que se chama Giselle, se programou para ir ao hospital e dar à luz o pequeno Agostinho com a ajuda de profissionais de saúde. Mas o destino e a ciência não quiseram assim.

Enquanto arrumava o carro com as malas para ir à maternidade, a mulher sentiu um aumento da frequência e da intensidade das contrações e sentiu a bolsa estourar. Rodeada de amigos e do marido, Soares, ela avisou: "Vai nascer".

O relato é da madrinha de casamento dos dois, Dienny Fontenelle, que registrou tudo no perfil dela no Twitter. 

O marido da grávida e pai da criança, então, se abaixou imediatamente e viu a cabeça do neném saindo, de acordo com o relato de amigos. Agostinho Queiroz Soares Neto nasceu de parto normal, sem anestesia, na porta do porta do apartamento deles. Enquanto isso, o pai ligava para pedir atendimento médico.

Assustados, os amigos recorreram ao Google e ao YouTube para saber como proceder com os primeiros cuidados com o bebê, que passa bem.

Entenda o caso

Nas redes sociais, Dienny relatou que sempre brincava que o bebê iria nascer quando fossem visitá-los e que a grávida ainda iria parir na sala. Para completar, para continuar a piada, quem realizaria o parto seria ela e o companheiro.

A madrinha conta que era para ser uma manhã normal e ela iria fazer uma faxina na casa da amiga. Até que, por volta das 10h de segunda-feira, a grávida começou a sentir contrações e, em seguida, começou a arrumar a mala para ir para a maternidade. Mas com muita calma porque acreditava que o bebê só iria nascer pela tarde.

Porém as dores começaram a ficar mais intensas e a grávida decidiu ir para o hospital. As malas já estavam no carro, quando a bolsa estourou e ela gritou: “Vai nascer!”. A mulher se posicionou para ter o bebê, que nasceu rapidamente na porta da casa.

Soares, marido e pai da criança, pediu atendimento médico. Enquanto isso, o casal de amigos pesquisou no Google e no YouTube maneiras de ajudar para o momento.

“Depois de um tempo, a equipe médica chegou, fizeram todos os procedimentos e levaram eles para o hospital. O neném foi atendido na mesa na qual a gente tinha acabado de tomar café”, conta Dienny na publicação.

A madrinha brinca que teve que explicar para os vizinhos que aquilo não era uma cena de crime, pois a entrada da casa estava toda ensanguentada, após os pais do bebê irem para o hospital.

Últimas