Cidades Jovens mortos em carro de luxo em SC passaram mal após comer cachorro-quente na praia

Jovens mortos em carro de luxo em SC passaram mal após comer cachorro-quente na praia

Polícia Civil investiga falha mecânica no veículo que teria provocado vazamento de monóxido de carbono

  • Cidades | Do R7, com RECORD

Grupo havia ido buscar a namorada de um dos jovens na rodoviária

Grupo havia ido buscar a namorada de um dos jovens na rodoviária

Reprodução/RECORD

A namorada de um dos jovens mortos em um BMW estacionado na rodoviária de Balneário Camboriú (SC), na manhã desta segunda-feira (1º), falou à polícia que as quatro vítimas estavam mal do estômago e haviam comido cachorro-quente na praia pouco tempo antes.

A Polícia Civil abriu uma investigação para apurar a causa da parada cardiorrespiratória. Uma das possibilidades é vazamento de monóxido de carbono ocorrido por uma falha mecânica no veículo. Após a ocorrência, familiares das vítimas relataram que a BMW havia passado por uma adulteração recente no escapamento, informação que agora é apurada pela polícia.

A garota, de 19 anos, contou que havia acabado de chegar de Brasília, e o grupo foi buscá-la na rodoviária. Eles chegaram ao local por volta das 3h e reclamavam de enjoo e tontura. Segundo a testemunha, a única mulher do grupo, da mesma idade dela, estava pior e vomitou.

O namorado dela, de 24 anos, foi ao banheiro vomitar também, mas falou que estava melhor. Cansados e ainda passando mal, optaram por ficar algum tempo no carro, com o ar-condicionado em "temperatura morna", segundo o boletim de ocorrência. 

A jovem que havia chegado de viagem ficou fora do veículo, mas retornou em três ocasiões para ver como eles estavam. Na última vez, por volta das 7h, percebeu que o namorado não respirava e estava sangrando pela boca. Também reparou que a outra garota, um rapaz de 21 anos e um adolescente de 16 estavam na mesma situação.

O Samu e o Corpo de Bombeiros foram chamados por volta das 7h. As equipes de resgate tentaram reanimar os jovens durante 40 minutos, sem sucesso. Eles foram declarados mortos no local, todos com parada cardiorrespiratória.

Aos policiais, a garota contou ainda que os pais do namorado dela também comeram o cachorro-quente do mesmo local, mas que, a princípio, não teriam passado mal.

Últimas