Cidades Lutador é só multado após ‘ensinar’ a bater em mulheres

Lutador é só multado após ‘ensinar’ a bater em mulheres

A Federação Britânica de Boxe deu um péssimo exemplo na luta para

Portal Correio

A Federação Britânica de Boxe deu um péssimo exemplo na luta para acabar com o machismo e a violência contra a mulher. Isso porque cancelou a suspensão imposta a Billy Joe Saunders, boxeador que postou um vídeo ‘ensinando’ como bater em uma mulher durante o confinamento por conta do coronavírus.

Apesar da atitude lamentável, a federação optou por apenas multar o campeão mundial dos supermédios da Organização Mundial de Boxe (OMB) em 15 mil libras, cerca de R$ 100 mil.

Em março, o lutador de 30 anos publicou um vídeo nas redes sociais dando conselhos sobre como reagir se “sua mulher vier até você para cuspir seu veneno na sua cara”. Usando um saco de pancadas, como os de treinamento de boxe, ele descreveu como “dar um soco no queixo” e “nocauteá-la”.

Após a péssima repercussão, Saunders se desculpou por “ter ofendido as mulheres”: “Nunca perdoarei a violência doméstica e, se eu encontrar um homem batendo numa mulher, ficaria em pedaços”.

Na época, ele ainda prometeu doar 25 mil libras (R$ 166 mil) a associações que combatem a violência de gênero. Apesar de suas desculpas, a federação britânica suspendeu provisoriamente o boxeador até que o caso fosse resolvido, mas mudou de ideia nos últimos dias.

“Levando em conta as explicações do Sr. Saunders, o conselho (da federação) o considera culpado de conduta inadequada e o condena a uma multa de 15 mil libras, que serão encaminhados a associações de caridade”.

Não é a primeira vez que o boxeador chama a atenção da imprensa e não exatamente por causa de seus triunfos no ringue. Em março, ele teve que se desculpar depois de ligar para uma companhia aérea para avisar que um passageiro, seu amigo, apresentava sintomas do coronavírus. Isso fez com que o rapaz e seus companheiros fossem forçados a descer do avião.

Em 2018, Saunders foi condenado a uma multa de 100 mil libras (R$ 664 mil) depois de postar outro vídeo onde supostamente oferecia drogas a uma mulher em troca de uma relação sexual dentro de seu carro.

Para isso, ela teria que primeiro bater em um pedestre, o que a mulher acabou fazendo. Assim que ocorreu a agressão, o lutador fugiu do local.

*Texto do R7

Últimas