Cidades Megaoperação contra pedofilia prende mais de 100 pessoas

Megaoperação contra pedofilia prende mais de 100 pessoas

Ação aconteceu 24 Estados brasileiros e do Distrito Federal

Megaoperação contra pedofilia prende mais de 100 pessoas

82 pessoas foram presas durante a megaoperação

82 pessoas foram presas durante a megaoperação

Marcell Roncon/Futura Press/Estadão Conteúdo

A megaoperação contra a pedofilia que aconteceu nesta sexta-feira (20) em 24 Estados brasileiros e no Distrito Federal prendeu 108 pessoas e cumpriu 157 dos 178 mandados de busca e apreensão de conteúdo de exploração sexual de crianças e adolescentes.

A operação Luz na Infância é resultado de uma investigação de seis meses coordenada pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) do Ministério da Justiça, em parceria com secretarias de segurança regionais e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

Em São Paulo, computadores, celulares, câmeras, discos rígidos e outros equipamentos chegram à sede do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), no centro da capital.

Luz na Infância

Conforme o Ministério da Justiça, o nome sugere o teor bárbaro e nefasto dos crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes. "A internet facilita esse tipo de conduta criminosa e, via de regra, os criminosos agem nas sombras e guetos da rede mundial de computadores. Luz na Infância significa propiciar às vítimas o resgate da dignidade, bem como tirar esses criminosos da escuridão para que sejam julgados à luz da Justiça", segundo nota divulgada.

Integração

A Secretaria Nacional de Segurança Pública também destaca que a ação desta sexta resulta de uma força-tarefa entre a Diretoria de Inteligência do órgão e setores especializados em todo o País — como delegacias de repressão a crimes contra crianças e adolescentes e crimes cibernéticos, que vêm aprimorando o trabalho integrado.