Cidades Pará promete 1ª dose contra covid a todo adulto até o fim de setembro

Pará promete 1ª dose contra covid a todo adulto até o fim de setembro

Governador do Pará, Helder Barbalho, falou nesta terça (8) sobre estimativa de prazo para vacinar população com mais de 18 anos

Agência Estado
Helder Barbalho prometeu vacinação para todos no Pará

Helder Barbalho prometeu vacinação para todos no Pará

Reprodução/Instagram

O governador Helder Barbalho (MDB), do Pará, anunciou nesta terça-feira (8), que pretende vacinar contra a covid-19 todos os adultos acima de 18 anos no Estado até o fim de setembro, ao menos com a primeira dose. "Esta é uma conquista fundamental para salvar a vida da população", comemorou em vídeo postado nas suas redes sociais.

"Estamos analisando o cronograma de entrega de novas doses de vacinas contra o coronavírus para estimar até em que prazo estaremos vacinando toda a população adulta no Pará", afirmou Barbalho.

Nas últimas semanas, anúncios similares foram feitos pelos governadores João Doria (PSDB) e Eduardo Leite (PSDB), que pretendem imunizar todos os adultos de São Paulo e do Rio Grande do Sul contra a covid até o fim de outubro e de setembro, respectivamente. No Rio, o prefeito Eduardo Paes (DEM) também anunciou que a previsão é de aplicar ao menos a primeira dose na população carioca acima dos 18 anos até 23 de outubro.

Os calendários nacionais, estaduais e municipais, entretanto, ainda dependem da entrega de vacinas, que tem sofrido atrasos desde que a campanha de vacinação contra o coronavírus começou no país.

"O cenário a curto prazo não muda com o acordo de transferência de tecnologia entre a Universidade de Oxford e a Fiocruz. Vai ser útil para garantir a produção nacional e autossuficiência mais à frente, mas não agora. O processo para começar a produzir, de fato, é lento", afirmou Renato Kfouri, presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), em artigo para o jornal O Estado de S.Paulo.

Até a segunda-feira (7), apenas 23,42% da população brasileira havia recebido a primeira dose de alguma das vacinas contra a covid-19. A proporção de brasileiros que atingiram a imunização completa até a mesma data é de menos da metade, 10,87%.

Últimas