Cidades Polícia Federal apreende 30 kg de cocaína no Aeroporto de Guarulhos

Polícia Federal apreende 30 kg de cocaína no Aeroporto de Guarulhos

Em quatro dias, a polícia do Aeroporto de Guarulhos prendeu quatro pessoas que levariam cerca de 30 kg de cocaína para outros países

Apreensões no Aeroporto de Guarulhos

Entre a sexta-feira (26) e a madrugada de segunda (29), a Polícia Federal do Aeroporto de Guarulhos apreendeu cerca de 30 kg de cocaína e prendeu quatro passageiros com diferentes destinos internacionais.

A primeira apreensão e prisão foi de um brasileiro de 38 anos que embarcava para a cidade de Barcelona, Espanha, na sexta-feira (26). Os policiais identificaram uma substância orgânica na bagagem do passageiro, que foi levado para a delegacia e acompanhou peritos que examinaram seus pertences. Em um fundo falso da mala, 2 kg de cocaína foram encontrados. Ele foi preso em flagrante.

No sábado, na sala de espera, uma brasileira foi abordada por policiais federais. A mulher de 22 anos aguardava o voo com destino a Guiné. No porão de bagagens, os policiais identificaram objetos suspeitos na mala e a levaram para a delegacia, onde seus pertences foram analisados. A mulher levava peças automotivas e de construção recheadas com cocaína. As 48 peças pesavam 24 kg, sendo 8kg da droga.

No domingo (28), na fila do check-in, os policiais abordaram outra passageira. A mulher de 31 anos, nacional da Guatemala, embarcaria no voo para Cotonou, no Benim, com cerca de 3 kg de cocaína. Os policiais tiraram a mulher da fila e ao revistarem sua mala encontraram o pó dentro da embalagem de 12 camisas sociais.

Na madrugada desta segunda-feira (29), um homem de 51 anos, nacional da Bulgária, foi preso. O homem embarcava para Guiné, África, com 187 embalagens de pó descolorante para cabelos, que a Polícia Federal descobriu ser cocaína. Ele levava 16 kg da droga na mala.

Os quatro presos serão encaminhados para presídios estaduais, onde aguardaram pela Justiça. Todos responderão pelo crime de tráfico internacional de drogas.

*Com supervisão de Leonardo Martins

    Access log