Portal Correio Após aplicação de doses de adulto e vencidas, SES quer assumir vacinação de crianças em Lucena

Após aplicação de doses de adulto e vencidas, SES quer assumir vacinação de crianças em Lucena

Mais de 50 crianças foram vacinadas contra Covid-19 com imunizantes de adultos e vencidos no município de Lucena, Região Metropolitana de João Pessoa. O erro aconteceu em um assentamento na Zona Rural. A orientação para a vacinação teria partido de uma agente comunitária de saúde que atua na localidade. O caso é acompanhado pelo Ministério […] The post Após aplicação de doses de adulto e vencidas, SES quer assumir vacinação de crianças em Lucena first appeared on Portal Correio.

Portal Correio
Crianças

Crianças

Portal Correio
Vacinas para crianças são diferentes (Foto: Divulgação/Pfizer)

Mais de 50 crianças foram vacinadas contra Covid-19 com imunizantes de adultos e vencidos no município de Lucena, Região Metropolitana de João Pessoa. O erro aconteceu em um assentamento na Zona Rural. A orientação para a vacinação teria partido de uma agente comunitária de saúde que atua na localidade. O caso é acompanhado pelo Ministério Público Federal (MPF).

Em entrevista à TV Correio, o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, contou que algumas crianças tomaram a vacina em dezembro. Ele falou ainda que quando a SES realizou o treinamento para a vacinação de crianças o Município de Lucena não participou.

“Optamos por não enviar doses pediátricas à Lucena. Estamos pensando em assumir a vacinação de crianças temporariamente, ainda que essa não seja nossa atribuição, pois há uma fragilidade evidente em relação à imunização desse público. Aguardamos a apuração dos fatos para chegarmos aos nomes de todas as pessoas que contribuíram para esse infeliz ato”, adiantou.

Conforme o secretário, nenhuma criança apresentou eventos adversos graves. A recomendação é de que elas sejam revacinadas 30 dias após a primeira aplicação. Geraldo Medeiros tranquilizou a população quanto à segurança da vacina pediátrica contra a Covid-19.

“Mais de 10 milhões de crianças já foram vacinadas no mundo inteiro com o imunizante da Pfizer apropriado para o público infantil. Não há motivo para apreensão. As vacinas são seguras. Pais, mães e responsáveis podem ficar tranquilos”, ressaltou.

Entenda o caso

A Prefeitura de Lucena anunciou, no sábado (15), o afastamento de uma profissional de saúde do Município responsável por aplicar em crianças com menos de 11 anos vacinas contra Covid destinadas a adultos.

Os pais das crianças que receberam o imunizante errado só se deram conta do problema quando viram pela TV a notícia da chegada dos imunizantes para o público infantil, na última quinta-feira (13). “Fiquei desnorteada. Procurei o posto de saúde, mas estava fechado. Fiquei indignada, com raiva e também com muito medo”, disse uma das mães, em entrevista à TV Correio.

A diferença entre as vacinas indicadas para o público de 5 a 11 anos está na dosagem, composição e concentração de RNA mensageira. A dose infantil equivale a ⅓ da que é utilizada em adolescentes e adultos. Além disso, a cor dos frascos da vacina infantil é diferente. 

Em nota, o prefeito de Lucena, Léo Bandeira, lamentou a falha e disse que a profissional responsável pela aplicação das vacinas agiu sem autorização.

The post Após aplicação de doses de adulto e vencidas, SES quer assumir vacinação de crianças em Lucena first appeared on Portal Correio.

Últimas