Cidades RJ: Witzel apresenta defesa para Tribunal que julga impeachment

RJ: Witzel apresenta defesa para Tribunal que julga impeachment

Um novo julgamento será marcado e por fim, o quórum decidirá pelo afastamento definitivo do governador ou pela sua volta ao cargo

  • Cidades | Raíza Chaves, do R7*

Governador afastado
 é investigado por crime de responsabilidade

Governador afastado é investigado por crime de responsabilidade

Fernando Frazão/Agência Brasil - 27.01.2020

Os advogados do governador afastado Wilson Witzel apresentaram a defesa na segunda-feira (30) para o Tribunal Misto que julga o pedido de impeachment.

Após a entrega da defesa, um novo julgamento será marcado e por fim, o quórum decidirá pelo afastamento definitivo do governador ou pela sua volta ao cargo. É necessário ao menos sete votos para que Wilson Witzel perca o cargo.

No dia 29 de outubro, o deputado e relator do caso Waldeck Carneiro (PT) apresentou o relatório.

Já na última sessão realizada no dia 5 de novembro, o desembargador Claúdio de Mello Tavares disse que o julgamento final deve acontecer até a metade do mês de janeiro de 2021, se não houver prova pericial.

Além disso, afirmou que caso o prazo de afastamento de Witzel seja menor que o período da perícia, o governador voltaria ao cargo antes do fim do processo.

Witzel

Wilson Witzel é investigado por crime de responsabilidade e foi afastado do cargo, no dia 28 de agosto por determinação do STJ (Superior Tribunal de Justiça) por suspeita de desvio na área da Saúde.

O governador afastado Wilson Witzel se manifestou nas redes sociais e declarou que está sendo acusado, sem provas, a partir de "uma denúncia frágil feita por criminosos confessos". Witzel afirmou ainda que está sendo submetido a um "linchamento moral e político".

*Sob supervisão de PH Rosa

Últimas