Cidades Túmulo do serial killer Lázaro Barbosa é violado em Goiás   

Túmulo do serial killer Lázaro Barbosa é violado em Goiás   

Ele era apontado como responsável pela morte de quatro pessoas da mesma família em Ceilândia, na região do Distrito Federal

  • Cidades | Do R7, com informações da Record TV

Lázaro foi enterrado no cemitério de Cocalzinho de Goiás e teve o túmulo violado

Lázaro foi enterrado no cemitério de Cocalzinho de Goiás e teve o túmulo violado

Reprodução

O túmulo do serial killer Lázaro Barbosa, que matou quatro pessoas da mesma família no Distrito Federal em 2021, foi violado no cemitério em Cocalzinho de Goiás, no interior do estado, nesta quarta-feira (15). 

De acordo com a Record TV, funcionários do cemitério perceberam que o túmulo fora violado e ligaram para a polícia. No local, os agentes constataram que algumas partes dos restos mortais do assassino tinham desaparecido. 

A Polícia Civil acredita que o crânio de Lázaro tenha sido levado, porém apenas a perícia vai determinar o que realmente aconteceu. Também há a suspeita de que mais de uma pessoa tenha participado do crime.

Caçada

Em 2021, mais de 300 agentes de segurança foram mobilizados em uma força-tarefa que trabalhou durante três semanas para localizar Lázaro. Durante a fuga, o serial killer invadiu várias propriedades rurais para se alimentar e descansar, obrigando moradores locais a cozinhar para ele.

Ao longo desse período, ao menos quatro pessoas foram mortas e outras três foram baleadas pelo foragido. A lista de crimes pelos quais Lázaro Barbosa era acusado continha casos de homicídio a triplo homicídio, estupros, tentativa de latrocínio, porte ilegal de arma de fogo, furto e roubos. Há registros de delitos cometidos ao longo de 14 anos.

A caçada terminou apenas em 28 de junho, quando Lázaro foi localizado, resistiu à prisão e trocou tiros com a força-tarefa. Ele foi levado para o Hospital Municipal Bom Jesus, em Águas Lindas, mas não resistiu aos ferimentos.

Últimas