Cidades Um ano após acidente, Pedro Leonardo tem falhas de memória e rotina de tratamento

Um ano após acidente, Pedro Leonardo tem falhas de memória e rotina de tratamento

Mãe falou com o R7 e disse que família agradece a Deus todos os dias pela vida do cantor 

Um ano após acidente, Pedro Leonardo tem falhas de memória e rotina de tratamento

Daia Oliver/R7

Um ano após o acidente em que quase perdeu a vida, o cantor Pedro Leonardo ainda se recupera e tem uma rotina rígida de tratamento. A mãe dele, Maria Aparecida Dantas, conversou com o R7 e disse que o filho tem uma leve falha de memória recente. O cantor também se recupera de uma cirurgia no ombro feita há dois meses.

— De cada três coisas que acontecem, ele não se recorda de uma. É uma leve perda da memória recente, mas isso está melhorando muito. Ele faz fisioterapia, fonoaudiologia e musicoterapia. Os médicos dizem que a recuperação total dele deve levar dois anos.

Pedro capotou o carro em que estava dirigindo após sair de um show em Uberlândia (MG), no dia 20 de abril de 2012. Ele ficou 81 dias internado, sendo 30 deles em coma. Foram três transferências, mais de nove cirurgias e duas paradas cardíacas, que o cantor superou quando ainda estava hospitalizado em Goiânia.

Veja fotos do acidente

O acidente ocorreu no km 26 da rodovia MG 452, na região de Tupaciguara, em Minas Gerais. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ele estava sozinho e não bateu em nenhum outro veículo. Pela situação do acidente, os agentes que atenderam a ocorrência disseram acreditar que o cantor teria dormido ao volante.

A mãe diz que Pedro sempre foi um bom filho e uma pessoa bondosa, mas era de certa forma um rapaz ‘teimoso’. O pai sempre o alertava para não dirigir após os shows, mas ele nunca atendeu ao pedido.

— Todas as nossas atitudes têm consequência e precisamos assumir o risco dos nossos atos. Por misericórdia de Deus ele está vivo e espero que tenha aprendido algo com isso. Agradecemos todos os dias pela vida dele.

Leia mais notícias de Cidades

Pedro ainda não recuperou a voz que tinha antes do acidente, por isso faz sessões com fonoaudiólogo, mas já se arriscou a cantar com o primo, com quem faz dupla. A cirurgia para corrigir o manguito, no ombro, era a última que faltava. Ele mora em Goiás com a mulher e a filha e deseja realizar um grande show com o primo quando se recuperar totalmente.