Cidades Veja como denunciar o desaparecimento de uma pessoa e evitar golpes

Veja como denunciar o desaparecimento de uma pessoa e evitar golpes

Conheça algumas medidas básicas para tomar ao perceber que algum conhecido está sumido do seu paradeiro habitual

  • Cidades | Do R7

Imagens de pessoas desaparecidas no Estado do Rio, algumas já encontradas

Imagens de pessoas desaparecidas no Estado do Rio, algumas já encontradas

Reprodução/Portal de Desaparecidos/Polícia Civil do RJ

Ter um amigo ou um parente desaparecido é algo que causa enorme apreensão e desespero. E, nesse momento, algumas medidas são necessárias na tentativa de encontrar a pessoa e evitar sofrer golpes.

O R7 preparou um passo a passo com base em informações de órgãos públicos, como a Prefeituras de São Paulo e a do Rio de Janeiro, além da Defensoria Pública do Estado do Rio.
Veja algumas medidas básicas para tomar ao perceber que algum conhecido está sumido do seu paradeiro habitual.

1 - Busca em serviços públicos

Em primeiro lugar, você deve verificar se há algum registro da pessoa desaparecida nos serviços de emergência listados abaixo:

• Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu): ligue 192;
• Corpo de Bombeiros: ligue 193;
• Polícia Militar: ligue 190.

2 - Registe o B.O. (boletim de ocorrência)

O B.O. é o documento que desencadeia oficialmente a investigação de um desaparecimento, por isso é importante fazê-lo imediatamente após a desaparição. Não é necessário aguardar 24 horas para registrar o B.O.

Quando você faz o B.O. de uma pessoa desaparecida, o RG dela é bloqueado, mas isso não gera antecedentes criminais contra ela.

Como fazer o B.O. (boletim de ocorrência):
• Em São Paulo, por exemplo, pode ser registrado pela internet. É possível também enviar foto e outros dados de pessoas desaparecidas por meio de um formulário específico;

• Presencialmente, no DP mais próximo;

• Presencialmente, no DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), junto à 5ª Delegacia, especializada em desaparecimentos. Endereço: rua Brigadeiro Tobias, n° 527 – 3° andar, Luz. 

Nas opções presenciais, é importante levar foto da pessoa desaparecida.

• Caso seja residente no município do Rio de Janeiro, também é possível registrar a ocorrência na DDPA (Delegacia de Descoberta de Paradeiros).

3 - Avise amigos, vizinhos e parentes

E tente buscar o máximo de informações possíveis. Repasse todos os dados que tiver para a Polícia Civil. Não omita nenhuma informação.

4 - Último local

Mantenha uma pessoa no local em que seu familiar ou amigo foi visto pela última vez. Também tente percorrer os lugares habitualmente frequentados por ele.

5 - Outros serviços

No caso do Rio, é importante também entrar em contato com o programa Desaparecidos, do Disque Denúncia, e o SOS Crianças Desaparecidas, caso o desaparecido seja menor de idade. Ações como essa ajudarão na divulgação do caso em redes sociais, cartazes etc.

6 - Redes sociais

A divulgação de fotos da pessoa desaparecida em redes sociais pela família e por amigos pode auxiliar, mas não coloque os telefones pessoais nos cartazes, para evitar trotes ou tentativas de extorsão. Utilize os contatos dos programas oficiais.

7 - Possível contato

Caso alguém telefone afirmando que a pessoa foi encontrada, informe a polícia ou outro órgão público que acompanha o caso. Procure se certificar, por meio de chamadas de vídeo, por exemplo, de que a pessoas foi encontrada e duvide de pedidos de transferências bancárias.

Atropelamentos de pedestres em calçadas se acumulam em SP

Últimas