Cidades Vídeo mostra agressões de patroa a babá que pulou de prédio na Bahia

Vídeo mostra agressões de patroa a babá que pulou de prédio na Bahia

Imagens mostram quase três minutos de tapas, socos e chutes. "Que ela possa pagar por cada sofrimento que passei", diz vítima

  • Cidades | Do R7, com informações da Record TV

Um vídeo divulgado nesta quinta-feira (2) mostra as agressões sofridas por uma babá na Bahia. Para fugir da violência da ex-patroa, a funcionária pulou do terceiro andar do prédio onde trabalhava.

As cenas registram o que aconteceu horas antes da babá pular do terceiro andar do apartamento. A funcionária começa a ser agredida enquanto segura a filha da ex-patroa no colo. "Largue ela. Largue a menina", diz a agressora.

Câmera grava agressão de patroa a babá na Bahia

Câmera grava agressão de patroa a babá na Bahia

Reprodução/Record TV

A patroa ainda pede que outra funcioinária pegue a criança e continua a bater  violentamente na babá. "Vai falar o quê? Está certo o que você fez? Não fale da minha filha, não!”, diz a mulher, enquanto dá tapas na vítima.

A babá chora e pede desculpas, mas a sessão de violência não para. “Desculpa não. Isso que você fez tá certo? Tá certo?", continua a patroa.

São quase três minutos de tapas, socos e chutes. A babá Raiana Ribeiro, de 25 anos, viu o vídeo e relembrou dos momentos de pavor. "Vendo as imagens, é como se eu tivesse vivendo tudo de novo. Que ela possa pagar por cada sofrimento que eu passei".

Para a polícia, a jovem contou que, após as agressões, a patroa tomou o celular dela e a trancou no banheiro. Sem água e comida, resolveu pular pela janela.

Em depoimento, Melinda Esteves, acusada pelas agressões, disse que a babá teria batido em uma das filhas dela e que as agressões foram mútuas. No entanto, outras 12 ex-funcionárias também dizem ter sofrido maus tratos.



A Polícia Civil já está com o novo vídeo, mas não passa informações sobre o inquérito para não atrapalhar as investigações. "Só vai comprovar muito mais o teor da agressividade que ela tinha e vai entender qual o perfil dessa ex patroa tinha com suas empregadas", afirma Bruno Oliveira, advogado de Raiana.

Procurada pela produção da Record TV, a defesa de Melinda Esteves não retornou aos contatos.

Últimas