Economia Air fryer é o eletrodoméstico queridinho da Black Friday; gerador de energia dispara nas buscas

Air fryer é o eletrodoméstico queridinho da Black Friday; gerador de energia dispara nas buscas

Lava-louças, máquina de lavar roupas que lava e seca e cafeteira elétrica também registram aumento nas pesquisas na internet

  • Economia | Do R7

Air fryer é um dos produtos com maior procura na internet

Air fryer é um dos produtos com maior procura na internet

Freepik / Vecstock

Produtos que costumam fazer sucesso na Black Friday, como celulares, eletrodomésticos e eletroportáteis, ainda estão no topo do interesse dos consumidores que fazem pesquisas na internet antes de ir às compras. Dos equipamentos para a casa, o destaque deste ano é a air fryer, item que teve aumento de 76% nas buscas na internet.

O dado é parte de um levantamento feito pelo Google, que acompanha desde o terceiro trimestre deste ano a evolução das buscas relacionadas à data. Segundo a plataforma, a fritadeira elétrica é o terceiro item mais clicado da plataforma Google Shopping entre domingo (19) e quinta-feira (23). "No período, a pesquisa pelo termo Black Friday atingiu o recorde histórico em relação aos anos anteriores, com um crescimento de 114%, na comparação com o terceiro trimestre de 2022", diz Fábio Garcia, diretor de negócios para varejo do Google.

Ele conta que, só nos últimos sete dias, foi registrado um aumento de 50% nas pesquisas sobre a data, na comparação com o mesmo período do ano passado. Além da air fryer, tiveram aumento expressivo nas buscas lava-louças, com alta de 143% na segunda-feira (20); máquina de lavar roupas que lava e seca, com elevação de 127%; e cafeteira, com aumento de 91% do interesse do consumidor.  

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp 
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp 
Compartilhe esta notícia pelo Telegram 
Assine a newsletter R7 em Ponto

Ainda de acordo com o levantamento, que é atualizado diariamente, o brasileiro começou a pesquisar preços e lojas que comercializam geradores de energia elétrica, o terceiro produto mais acessado na página de compras.

Esse comportamento mostra uma preocupação do consumidor com a possibilidade de mais falhas no fornecimento de energia, motivadas por eventos climáticos extremos, como aconteceu no início deste mês em diversas regiões do estado de São Paulo, que ficaram vários dias sem luz depois de um temporal.

Aliás, as pesquisas do termo "calor" nunca foram tão elevadas como agora na página de buscas: só nos últimos sete dias, houve um crescimento de 520%, e também foi registrado aumento de interesse por itens que ajudam a amenizar a sensação térmica, como ares-condicionados, ventiladores e climatizadores de ar.

"Esses produtos ficaram entre os dez mais procurados em todos os dias desta semana, incluindo especificações, como ventilador de mesa e ar-condicionado portátil, por exemplo", diz Ana Frioli, especialista de tendências para varejo do Google.

Arte/R7
Últimas