Inflação

Economia Alimentos mais caros puxam alta de 1,3% da inflação de SP em março

Alimentos mais caros puxam alta de 1,3% da inflação de SP em março

Grupos de alimentação, habitação e transportes foram responsáveis pela maior influência no IPC-Fipe no mês passado

Reuters
Preço dos alimentos saltou quase 2,5% em março

Preço dos alimentos saltou quase 2,5% em março

Edu Garcia/R7 - 22.02.2022

Os preços de alimentação pesaram com força e o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) de São Paulo acelerou a alta a 1,28% em março, de 0,9% no mês anterior.

Os dados informados nesta segunda-feira (4) pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) mostram que os custos de alimentação tiveram alta de 2,43% em março, depois de subirem 2,26% em fevereiro.

Leia mais: Frutas, legumes e verduras assumem o posto de vilões da inflação

Habitação e transportes também deram contribuições importantes para o resultado ao registrarem avanço dos preços de 0,81% e 1,68% em março.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços para as famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

Últimas