Economia ANP corrige dado comparativo sobre produção de gás natural 

ANP corrige dado comparativo sobre produção de gás natural 

A alta de 2,4%, anteriormente informada pela agência como oscilação anual, refere-se justamente à comparação ao mês de abril 

A produção de petróleo no mês totalizou 2,932 milhões

A produção de petróleo no mês totalizou 2,932 milhões

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 15.03.2021

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) corrigiu nesta quinta-feira (1), uma informação divulgada mais cedo na qual afirmava que a produção de gás natural no Brasil em maio de 2021 havia subido 17,7% em relação a abril de 2021. O aumento citado foi, na verdade, registrado na comparação com maio de 2020.

A alta de 2,4%, anteriormente informada pela agência como oscilação anual (comparação com maio de 2020), refere-se justamente à comparação ao mês de abril de 2021.

A produção de gás natural no Brasil em maio de 2021 totalizou 135 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d), conforme a ANP.

A produção de petróleo no mês totalizou 2,932 milhões de b/d  (barris por dia), redução de 1,4% com relação a abril e aumento de 6% na comparação com maio de 2020. Já a produção somada de petróleo e gás foi de 3,778 milhões de boe/d (barris de óleo equivalente por dia).

A produção do pré-sal foi de 2,129 milhões de barris diários de petróleo e 89,0 milhões de m3/d de gás natural, totalizando 2,689 milhões de boe/d. Houve uma redução de 2,6% em relação ao mês anterior e um aumento de 13,8% se comparada ao mesmo mês de 2020. A produção do pré-sal teve origem em 125 poços e correspondeu a 71,2% do total produzido no Brasil.

Em maio, o aproveitamento de gás natural foi de 97,8%. Foram disponibilizados ao mercado 57,9 milhões de m3/d. A queima de gás foi de 2,9 milhões de m3/d, um aumento de 2,4% se comparada ao mês anterior e um aumento de 6% se comparada ao mesmo mês em 2020.

O campo de Tupi (ex-Lula), no pré-sal da bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, registrando 891 milhões de b/d de petróleo e 41,1 milhões de m3/d de gás natural.

A plataforma Petrobras 77, produzindo no campo de Búzios por meio de cinco poços a ela interligados, foi a instalação com maior produção de petróleo, com 143.075 b/d. A instalação Polo Arara, produzindo nos campos de Arara Azul, Carapaúna, Cupiúba, Rio Urucu e Sudoeste Urucu, por meio de 32 poços a ela interligados, foi a instalação com maior produção de gás natural, num total de 6,948 milhões de m3/d.

Últimas