Anvisa acha pelos e fezes de ratos e proíbe venda de arroz

Lote da marca Favorito não pode ser comercializado. Empresa deverá recolher o alimento

Arroz Favorito teve lote proibido pela Anvisa nesta quarta-feira

Arroz Favorito teve lote proibido pela Anvisa nesta quarta-feira

Divulgação

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu oficialmente nesta quarta-feira (4) a venda do lote 00204, com validade até 25/02/2017, do arroz longo fino tipo 1 da marca Favorito. A decisão está no Diário Oficial da União de hoje.

O motivo para a suspensão da comercialização é um teste que mostrou a presença de “excrementos de roedor, pelos de roedor inteiros e fragmentados, fragmentos de insetos e larvas de insetos inteiras”.

O exame foi feito pelo Centro de Laboratório Regional — Instituto Adolfo Lutz, de Campinas (SP). De acordo com a Anvisa, a contaminação detectada põe em “risco à saúde humana” e indica “falhas das boas práticas não permitidas pela legislação vigente”

O arroz é empacotado e distribuído pela empresa Total Cesta Básica de Alimentos Ltda-ME, localizada na cidade de Contagem (MG).

A Anvisa determinou que a empresa recolha o estoque existente no mercado do lote do produto imediatamente.