Economia Arrecadação de loterias da Caixa bate recorde e chega a R$ 17,1 bi

Arrecadação de loterias da Caixa bate recorde e chega a R$ 17,1 bi

A Mega-Sena foi responsável pelo maior percentual da arrecadação, de 40,4% do total, ou seja, mais de R$ 6,9 bilhões

  • Economia | Do R7

Mega-Sena foi responsável pela maior parte das apostas em 2020

Mega-Sena foi responsável pela maior parte das apostas em 2020

JOá SOUZA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO-25/01/2021

A arrecadação das loterias da Caixa registraram R$ 17,1 bilhões em apostas em 2020. O resultado, segundo a instituição, é o melhor já registrado em toda a história das loterias e representa um crescimento de 2,35% em relação a 2019, quando a arrecadação foi de R$ 16,7 bilhões, recorde anterior.

Leia também: Prêmio da Mega da Virada paga 15 meses do salário de Neymar

Em 2020, também foi o ano com mais prêmios distribuídos, quebrando em 5% o recorde de prêmios ofertados em 2019: mais de R$ 5,9 bilhões em prêmios a mais de 300,8 milhões de apostas premiadas, em todas as faixas de premiação e em todas as modalidades lotéricas.

Além disso, foram repassados R$ 8,05 bilhões para áreas prioritárias do país, como Saúde, Educação, Segurança, Esporte, entre outras, que é o maior repasse já feito pelas loterias da Caixa.

A Mega-Sena foi a principal modalidade em vendas, responsável pelo maior percentual da arrecadação, correspondendo a 40,4% do total arrecadado, ou seja, mais de R$ 6,9 bilhões. Em seguida, está a Lotofácil, que registrou o maior crescimento nas vendas, da ordem de 19% em relação a 2019, responsável por R$ 5,2 bilhões e participação de 30,5% dols jogos. Em terceiro, com 17,4% de participação, segue a Quina, que arrecadou mais de R$ 3 bilhões.

Últimas