Economia Black Friday, Natal e Ano-Novo vão motivar contratação de quase 700 mil temporários

Black Friday, Natal e Ano-Novo vão motivar contratação de quase 700 mil temporários

Projeção da Asserttem estima que as admissões até dezembro serão concentradas na indústria e no comércio

  • Economia | Do R7

Aumento da demanda vai estimular contratações no comércio

Aumento da demanda vai estimular contratações no comércio

Amanda Perobelli/Reuters

A aproximação da Black Friday, do Natal e do Ano-Novo vai impulsionar a geração de 680 mil vagas temporárias no último trimestre deste ano, segundo estimativa apresentada nesta quinta-feira (13) pela Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário).

No período, as projeções mostram que a indústria deve manter a liderança das contratações (55%), seguida pelo comércio (15%), que terá um incremento, principalmente, pela alta demanda da Black Friday e do Natal.

Leia mais: Saiba como funciona um contrato de emprego temporário

As projeções otimistas surgem após a retração de 4,6% no volume de vagas temporárias no primeiro semestre de 2022, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Para Marcos de Abreu, presidente da Asserttem, as contratações do segundo semestre aparecem acima das expectativas, com destaque para as atividades que demitiram muito durante a pandemia e precisam repor seus quadros de funcionários.

Para Abreu, ramos ligados aos serviços, como casas de eventos, hotéis, cinemas e bares, se destacam nos últimos meses. “Esse setor foi muito prejudicado, mas agora tem o incentivo do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos. Assim, com as festas de fim de ano, a tendência é aumentar a contratação de temporários”, explica Abreu.

A Asserttem adverte, no entanto, que os números são projeções e podem sofrer alterações. "O La Niña, por exemplo, pode diminuir a produção dos grãos e impactar a produção na indústria alimentícia. Além disso, o dólar vem caindo. Mas se estabilizar ou subir pode elevar as contratações temporárias pelo incentivo às exportações”, avalia.

O presidente da associação também sinaliza que a definição das eleições fará com que as contratações temporárias decolem. “Muitas empresas seguram as contratações para uma melhor análise do cenário nacional", afirma Abreu.

"Em momentos de incerteza ou instabilidade econômica, o mercado se apoia na modalidade do trabalho temporário para seguir atendendo suas demandas. Por isso, a expectativa na geração de vagas é positiva”, conclui ele.

Últimas