Economia Com chuvas fracas, ONS projeta alta na carga de energia

Com chuvas fracas, ONS projeta alta na carga de energia

As chuvas nas usinas hídricas estão em 63% da média histórica no Sudeste/Centro-Oeste, onde estão os maiores reservatórios

Reuters
Central elétrica de alta tensão próximo de Brasília, Brasil

Central elétrica de alta tensão próximo de Brasília, Brasil

REUTERS/Ueslei Marcelino-29/08/2018

A carga de energia do Brasil deverá seguir em junho com vigorosa recuperação na comparação anual, mesmo com a continuidade da pandemia, projetou o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) nesta sexta-feira (28), enquanto as chuvas na área das hidrelétricas devem manter níveis fracos vistos nos últimos meses.

Leia também: Governo alerta para a pior seca em 111 anos em cinco estados do Brasil

As precipitações nas usinas hídricas foram estimadas pelo ONS em 63% da média histórica para o Sudeste/Centro-Oeste, que concentra os maiores reservatórios, e em apenas 38% no Nordeste, segunda região em armazenamento.

Já a carga de energia foi vista com alta de 6,6% frente ao mesmo período de 2020, quando as atividades no país eram afetadas por medidas de isolamento social para evitar a disseminação do coronavírus.

Últimas