Economia Comércio e serviços devem contratar quase 100 mil trabalhadores até dezembro

Comércio e serviços devem contratar quase 100 mil trabalhadores até dezembro

Cargos de vendedor, ajudante e balconista são os mais buscados; salário médio ofertado é de R$ 1.648, estimam SPC e CNDL

  • Economia | Do R7

Datas comemorativas vão impulsionar contratações até dezembro

Datas comemorativas vão impulsionar contratações até dezembro

Divulgação

As comemorações de fim de ano devem impulsionar os setores de comércio e serviços e resultar na abertura de, aproximadamente, 95 mil vagas até dezembro, segundo estimativa divulgada pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito).

A expectativa média de salário a ser ofertado é de R$ 1.648 para atuar entre seis e oito horas diárias. Os cargos mais buscados pelas empresas são de vendedor (29%), ajudante (24%), balconista (16%), cabeleireiro (7%), manicure (7%) e entregador (6%).

Entre os empresários que pretendem contratar funcionários, 77% afirmam que desejam suprir a demanda adicional do período. Por outro lado, aqueles que não vão aumentar o quadro de funcionários citam a percepção de que não haverá um aumento significativo da demanda (35%), a falta de verba (25%) e os elevados encargos trabalhistas (19%).

A pesquisa mostra ainda que pouco mais da metade (55%) pretende contratar mão de obra temporária e 32% deseja fazer admissões por tempo indeterminado. A média de funcionários contratados temporariamente será de 1,5 por empresa.

Considerando a forma de admissão, 49% pretende fazer contratações informais e 48% assinará a carteira dos selecionados. Apenas 14% fará contratações de terceirizados para suprir a demanda para as datas comemorativas.

Para o presidente da CNDL, José César da Costa, as contratações de fim de ano representam uma oportunidade para os desempregados. "Sabemos que existe sempre a oportunidade de as vagas temporárias se efetivarem após o período de festas, principalmente para os profissionais que mais se destacam no trabalho”, afirma ele.

Apesar de significativo, número total de contratações figura abaixo da projeção da pesquisa de 2021 (105.723 vagas), quando havia um otimismo relacionado ao enfraquecimento da pandemia e à normalização das atividades. A estimativa também é menor do que a apresentada para o período anterior à pandemia (103.211 vagas).

Últimas