Economia Confiança da construção atinge maior nível desde fevereiro de 2014

Confiança da construção atinge maior nível desde fevereiro de 2014

Estabilidade das expectativas no setor é motivada pelo aumento das taxas de juros do financiamento imobiliário

  • Economia | Do R7

Confiança da construção figura aos 96,4 pontos

Confiança da construção figura aos 96,4 pontos

Fernando Frazão/Agência Brasil - 23.06.2021

O ICST (Índice de Confiança da Construção) se manteve relativamente estável ao subir 0,1 ponto em setembro, para 96,4 pontos. Com a variação, o indicador atingiu o maior patamar desde os 96,7 pontos apurados em fevereiro de 2014.

Em médias móveis trimestrais, o índice avançou pelo quarto mês consecutivo e figura em nível 1,3 ponto superior ao registrado entre os meses de abril e junho, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (27) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

A coordenadora de projetos da Construção do Ibre (Instituto Brasileiro de Economia, Ana Maria Castelo, avalia que o resultado sinaliza para uma menor expectativa de demanda, motivada pelo aumento das taxas de juros do financiamento imobiliário. "A retomada da atividade ganha força na percepção empresarial, mas diminui o otimismo com a continuidade desse ciclo”, analisa.

A estabilidade do indicador foi resultado de uma compensação de sinais opostos. De acordo com a FGV, houve melhora da avaliação atual, mas queda nas expectativas em relação aos próximos meses.

No período, o ISA-CST (Índice de Situação Atual) subiu 0,8 ponto, para 92,7 pontos, maior nível desde agosto de 2014 (93 pontos). Por outro lado, o IE-CST (Índice de Expectativas) recuou 0,7 ponto, para 100,2 pontos, o que indica um nível neutro.

Últimas