Economia Confiança do setor de serviços cai ao menor patamar em cinco meses

Confiança do setor de serviços cai ao menor patamar em cinco meses

Queda interrompe sequência de seis meses consecutivos de maior otimismo do setor na comparação trimestral, mostra FGV

  • Economia | Do R7

Confiança dos serviços figura aos 96,8 pontos

Confiança dos serviços figura aos 96,8 pontos

Divulgação

O ICS (Índice de Confiança de Serviços) caiu 2,3 pontos em novembro, para 96,8 pontos, menor nível desde junho deste ano (93,8 pontos), apontam dados divulgados nesta segunda-feira (29) pela FGV (Fundação Getulio Vargas). 

Na comparação trimestral, o indicador recuou 0,8 ponto no período entre setembro e novembro e interrompeu a sequência de seis meses consecutivos de altas.

O resultado negativo foi influenciado tanto pela piora da percepção sobre o momento atual quanto das expectativas, explica Rodolpho Tobler, economista do Ibre (Instituto Brasileiro de Economia).

"A disseminação da queda sugere que o ritmo de recuperação perde um pouco de força no final do ano. Apesar do avanço do programa de vacinação, o ambiente macroeconômico frágil é que pode adicionar mais incerteza na continuidade da recuperação na virada para 2022", analisa ele.

O ISA-S (Índice de Situação Atual) recuou 1,8 ponto, para 92,8 pontos, mas ainda mantendo na região de moderado pessimismo. Ao mesmo tempo, o IE-S (Índice de Expectativas), caiu 2,7 pontos, para 100,9 pontos, menor nível desde junho  (99,1 pontos). A queda do ICS atingiu 12 dos 13 segmentos pesquisados.

Últimas