Economia Conheça os diferentes tipos de cartões e saiba qual o melhor

Conheça os diferentes tipos de cartões e saiba qual o melhor

Débito, crédito e pré-pago são algumas formas de pagamento eletrônico à disposição do consumidor. Veja os pontos positivos e negativos de cada um

Conheça os diferentes tipos de cartões e saiba qual o melhor

Saiba quais são as vantagens e desvantagens do uso de cartões

Saiba quais são as vantagens e desvantagens do uso de cartões

Correio do Povo - Cidades

Para ter um bom controle financeiro é preciso, em primeiro lugar, saber para onde o dinheiro vai. Os gastos com cartões têm sido um problema para muitos brasileiros.  O R7 separou os principais tipos de cartão disponíveis no mercado e explica como o consumidor pode usá-los a seu favor.

Pré-pago

Ainda pouco difundido no Brasil, o cartão pré-pago é uma alternativa interessante para quem não quer estourar o orçamento, uma vez que o seu limite é previamente definido.

O cartão pré-pago funciona de forma parecida com os celulares pré-pagos, o consumidor deposita ali um determinado valor que é descontado a cada compra.

Um exemplo prático e muito utilizado no dia a dia é o cartão para refeições. Mas também é possível adquirir para o uso diário, alguns bancos já oferecem essa modalidade e estabelecimentos comerciais já passam a aceitar.

“É um jeito mais fácil de manter as contas sob controle uma vez que só é possível usar o valor que está disponível ali”, avalia a assessora financeira Daniela Casabona. O que reduz o risco de gastar além do orçamento. “O consumidor tem como planejar melhor os gastos, é uma solução para quem está endividado”.

Se a ideia é usar como meio de pagamento, vale pensar na mesada dos filhos. Os pais depositam o valor combinado e administram o dinheiro junto com as crianças ou com os adolescentes.

Talvez a principal vantagem, como observa Daniela, seja usar essa modalidade de cartão nas viagens internacionais. “É uma maneira do turista se proteger da oscilação do câmbio. Ele sabe o valor pago pelo dólar, não fica à mercê das altas e também não paga os mesmos impostos e taxas cobrados pelo uso do cartão de crédito”. Outro ponto a favor é não precisar andar com dinheiro no bolso durante o passeio.

Débito

O cartão de débito é uma forma eletrônica de pagamento que o dinheiro sai diretamente da conta corrente.

“Esse é um meio muito usado por pessoas que são mais controladas e sabem planejar bem suas finanças”, diz. “Não tem saldo, o cartão não passa, simples assim”.

Também não é possível parcelar as compras com o cartão de débito, o que inibe o endividamento. “Tendo dinheiro é sempre melhor pagar à vista”.

Crédito

Já o cartão de crédito é uma forma de pegar dinheiro emprestado do banco. O consumidor compra e paga a fatura um período depois.
Embora seja a modalidade de crédito mais popular entre os brasileiros, ele tem se tornado um problema para uma parcela dos consumidores. Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Diretores Lojistas (CNDL) aponta que um em cada cinco usuários de cartão de crédito (20%) utilizam o meio de pagamento como extensão da própria renda. Ou seja, acabam recorrendo a esse tipo de crédito para continuar comprando quando o salário do mês acaba e, assim, adiar o pagamento.

“A grande questão é que muitas vezes as pessoas se esquecem que elas precisam pagar a conta, precisam planejar o gasto para saber se terão condições de arcar com aquela dívida”. Não pagar a fatura ou realizar o pagamento mínimo implica em pagar altas taxas de juros.

Como aspecto positivo, vale usar o cartão de crédito como único meio de pagamento, centralizar as compras de forma planejada e usufruir das vantagens oferecidas pelos bancos e operadoras. “Os consumidores que possuem o orçamento mais organizado podem se beneficiar dos pontos que podem ser convertidos em milhagem ou produtos”.

    Access log