Economia Crise global empurra 71 milhões para extrema pobreza

Crise global empurra 71 milhões para extrema pobreza

Situação complicada da economia dos países pobres se agrava em meio ao aumento da pobreza

Reuters - Economia
pobreza, extrema pobreza, miséria, inflação

pobreza, extrema pobreza, miséria, inflação

REUTERS/Andrew Biraj

A crise do custo de vida global está empurrando mais 71 milhões de pessoas nos países mais pobres do mundo para a pobreza extrema, alertou nesta quinta-feira (7) novo relatório publicado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento).

Achim Steiner, administrador do Pnud, disse que uma análise de 159 países em desenvolvimento mostrou que o aumento dos preços das principais commodities neste ano já afeta partes da África Subsaariana, dos Bálcãs, da Ásia e de outros lugares.

O Pnud pediu uma ação sob medida, e está buscando doações diretas em dinheiro para os países mais vulneráveis. Ele quer que as nações mais ricas ampliem a DSSI (Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida) que criaram para ajudar os países pobres durante a pandemia da Covid-19.

"Esta crise do custo de vida está levando milhões de pessoas à pobreza e até mesmo à fome a uma velocidade de tirar o fôlego", disse Steiner. "Com isso, a ameaça de aumento da agitação social cresce a cada dia."

Últimas