Economia Diretor Aneel prevê manutenção da bandeira amarela em junho

Diretor Aneel prevê manutenção da bandeira amarela em junho

Romeu Rufino diz que decisão será tomada na sexta-feira e descarta o retorno da bandeira verde, quando a tarifa não sofre nenhum acréscimo

Rufino diz que bandeira amarela deverá ser mantida

Rufino diz que bandeira amarela deverá ser mantida

Divulgação Aneel

O diretor-geral da Aneel ( Agência Nacional de Energia Elétrica), Romeu Rufino, disse nesta terça-feira (22) que o cenário hidrológico aponta para a manutenção da bandeira amarela nas contas de luz do mês de junho.

A bandeira do mês de junho será definida na próxima sexta-feira (25). No mês de maio já vigora a bandeira amarela que adiciona R$ 1,00 a cada 100 quilowatts-hora consumidos (kWh).

"Como já entramos no período seco, não devemos ter muita novidade. Temos observado semanalmente as variáveis que compõem a definição da bandeira e acredito que a bandeira deve continuar amarela", afirmou Rufino.

Ele disse ser improvável o retorno da bandeira verde, que vigorou de janeiro a abril e que não traz taxa adicional na conta de luz. "Nada aponta na direção de voltar para a bandeira verde", afirmou.

"Todo o cenário está na linha de manter a bandeira amarela. Mas a informação só será conhecida mesmo na sexta-feira", disse Rufino, ao ser questionado sobre a possibilidade de adoção da bandeira vermelha.

O primeiro patamar da bandeira vermelha adiciona R$ 3,00 a cada 100 kWh, e o segundo patamar, R$ 5,00 a cada 100 kWh.