Economia Dólar cai a R$ 5,20, e Ibovespa sobe, com desidratação da PEC do estouro

Dólar cai a R$ 5,20, e Ibovespa sobe, com desidratação da PEC do estouro

Moeda americana recuou 1,97%, depois de ter chegado a cair 2,52%; já o principal índice da bolsa avançou mais de 2% 

Reuters
Dólar cai e Ibovespa sobre com a desidratação dos termos da PEC do estouro

Dólar cai e Ibovespa sobre com a desidratação dos termos da PEC do estouro

ADRIANA TOFFETTI/ATO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO-26/10/2022

O dólar caiu acentuadamente nesta terça-feira (20) e chegou a ser negociado abaixo dos R$ 5,20s, com o mercado comemorando a perspectiva de desidratação dos termos da PEC do estouro na Câmara dos Deputados.

No mercado à vista, o dólar recuou 1,97%, a R$ 5,2059 na venda, depois de durante a sessão ter chegado a cair 2,52%, a R$ 5,1764 na venda.

A moeda norte-americana registrou nesta terça-feira a maior depreciação percentual diária desde 31 de outubro (-2,59%) e o patamar de encerramento mais baixo desde 1° de dezembro (5,1979).

Já o Ibovespa subiu mais de 2% nesta terça-feira, descolado de Nova York, uma vez que os agentes financeiros reagiram positivamente ao acordo na Câmara dos Deputados para reduzir a duração da PEC de dois para um ano.

Segundo os termos do acordo, a PEC manterá a expansão do teto de gastos em R$ 145 bilhões para o pagamento do Bolsa Família, entre outros pontos, e o espaço fiscal adicional em cima do excesso de arrecadação. A expectativa é que o texto seja votado na Casa ainda nesta terça-feira.

B3 e Petrobras foram as principais influências positivas, em sessão marcada também por nova disparada de ações de varejistas, enquanto Fleury e Suzano ficaram na ponta oposta.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa subiu 2,11%, a 106.946,76 pontos, na segunda alta seguida. Na máxima do dia, o índice marcou 107.792,12 pontos e, na mínima, cedeu a 104.606,87 pontos.

O volume financeiro somava R$ 27,1 bilhões, em meio a menor liquidez na bolsa com a proximidade dos feriados de final de ano. A média diária de volume em dezembro até a véspera era de 32,5 bilhões de reais.

Últimas