Economia Dólar fecha em queda de 0,16%, a R$ 5,75, e Bolsa registra alta

Dólar fecha em queda de 0,16%, a R$ 5,75, e Bolsa registra alta

O Ibovespa subiu 1,18%, para 116.778,47 pontos, máxima desde 19 de fevereiro, caminhando para a primeira alta mensal no ano

Reuters
O dólar à vista caiu 0,16%, a R$ 5,7588 na venda

O dólar à vista caiu 0,16%, a R$ 5,7588 na venda

Ricardo Moraes/REUTERS

O dólar fechou em leve queda nesta terça-feira (30), ao fim de uma sessão de intenso vaivém nos preços da moeda, conforme o mercado seguiu tentando entender as sinalizações emitidas pela dança das cadeiras nos ministérios do governo anunciada na véspera, num contexto de profundo receio com o caminho fiscal tomado pelo país.

Leia também: Brasil cria 401.639 empregos com carteira assinada em fevereiro 

O dólar à vista caiu 0,16%, a R$ 5,7588 na venda, depois de variar entre R$ 5,804 (+0,62%) e R$ 5,7221 (-0,80%).

Já o Ibovespa fechou em alta, batendo nos 117 mil pontos no melhor momento, em meio a perspectivas melhores para a reabertura da economia, apesar do quadro ainda grave da pandemia de covid-19 no país, bem como avaliações de que as recentes mudanças em Brasília tendem a melhorar a articulação política.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,18%, para 116.778,47 pontos, máxima desde 19 de fevereiro, segundo dados preliminares, caminhando para a primeira alta mensal no ano, de cerca de 6% em março até o momento. No mês passado, caiu 4,37%. Em janeiro, recuou 3,32%.

O volume financeiro somava 26,16 bilhões de reais, mais uma vez abaixo da média diária do mês, de R$ 37,55 bilhões.

Últimas