Dólar sobe a R$ 4,186, 2º maior patamar de fechamento da história

Valorização de 0,48% levou a moeda a um nível de encerramento mais baixo apenas que os R$ 4,195 registrados no dia 13 de setembro de 2018

Dólar subiu em meio a cautela com mercados no exterior

Dólar subiu em meio a cautela com mercados no exterior

Beawiharta/Reuters

O dólar voltou a fechar em alta ante o real nesta quarta-feira (13) e atingiu a segunda maior cotação da história para um encerramento de sessão.

A valorização de 0,48% fez a moeda norte-americana ser negociada no mercado interbancário a R$ 4,1869, patamar de fechamento mais baixo apenas que o do dia 13 de setembro de 2018, quando a moeda terminou a sessão vendida por R$ 4,1957.

A valorização aconteceu em dia de maior cautela no exterior e de nova pressão nos mercados de câmbio da América Latina. Na B3, o dólar futuro de maior liquidez tinha valorização de 0,2%, a R$ 4,1825.