Economia Dólar volta a subir e se aproxima de recorde histórico

Dólar volta a subir e se aproxima de recorde histórico

Moeda norte-americana opera em alta devido ao cenário internacional e à incerteza política no Brasil e vale R$ 4,17

Dólar

Dólar volta a subir nesta quinta-feira (30)

Dólar volta a subir nesta quinta-feira (30)

REUTERS/Ricardo Moraes

O dólar subia e já superava os R$ 4,15 nesta quinta-feira (30), acompanhando a trajetória da moeda norte-americana ante divisas de emergentes no exterior.

O valor se aproxima do recorde histórico de fechamento desde o Plano Real, quando ficou cotado em R$ 4,1655 em janeiro de 2016.

Às 10h34, o dólar avançava 1,12%, a R$ 4,1605 na venda, depois de ter caído 0,65% na véspera, para R$ 4,1143. Na máxima, a moeda foi a R$ 4,1680. O dólar futuro tinha alta de cerca de 1,1%. Às 10h42, a moeda norte-americana registrou o valor de R$ 4,1702.

Em outras ocasiões, o dólar já superou a marca de R$ 4,17, porém, encerrou o dia em valor menor que esse. Portanto, o valor de fechamento do dólar nesta quinta-feira é que será determinante para um eventual novo recorde.

"Sem grande 'ajuda' do exterior, e ainda com dúvidas sobre as perspectivas políticas por aqui, o viés para os ativos locais, nesta sessão, é mais negativo", disse a corretora Guide Investimentos em relatório.

No mercado internacional, o dólar operava em alta ante a cesta de moedas e subia forte ante divisas de países emergentes, com destaque para a lira turca, o rand sul-africano e a rúpia indiana.

Internamente, o cenário eleitoral inspirava cautela nos investidores.