Economia Elon Musk considera falar diretamente com acionistas para comprar o Twitter

Elon Musk considera falar diretamente com acionistas para comprar o Twitter

CEO da Tesla afirma em documento apresentado à Comissão de Valores Mobiliários que conseguiu quase US$ 46,5 bilhões para financiar a operação

AFP
Musk afirma que tem compromissos com o banco Morgan Stanley para obter empréstimos

Musk afirma que tem compromissos com o banco Morgan Stanley para obter empréstimos

Mike Blake/Reuters - 21.04.22

Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, afirma em um documento apresentado à Comissão de Valores Mobiliários (SEC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos nesta quinta-feira (21) que considera falar diretamente com os acionistas do Twitter para comprar a rede social e que conseguiu quase US$ 46,5 bilhões para financiar a operação.

No mesmo documento, Musk diz que tem compromissos com o banco Morgan Stanley para obter dois empréstimos, um de US$ 13 bilhões e o outro de US$ 12,5 bilhões.

O bilionário também pretende destinar US$ 21 bilhões de sua fortuna pessoal para completar a operação.

Ao optar por uma aquisição hostil do Twitter, Musk tenta evitar a diretoria da empresa, que é contrária à operação e adotou uma cláusula estratégica conhecida como "pílula venenosa" para dificultar a negociação.

O CEO da Tesla e da SpaceX propôs na semana passada adquirir, ao preço de US$ 54,20 por ação, a rede social.

No início de abril, Musk se tornou o maior acionista do Twitter ao comprar 9% das ações da empresa.

Em seguida, o Twitter ofereceu a Musk uma vaga no conselho de administração, mas ele rejeitou a oferta.

Últimas