Economia Empréstimos entre R$ 500 e R$ 10.500 lideram pedidos de janeiro

Empréstimos entre R$ 500 e R$ 10.500 lideram pedidos de janeiro

Levantamento do Guiabolso aponta que principais motivos foram refinanciar dívidas, pagar o cartão, cheque especial e investir na empresa

Maioria dos empréstimos foi para refinanciar dívida

Maioria dos empréstimos foi para refinanciar dívida

Edgar Lopes/Folhapress - 21.06.2019

Os brasileiros pediram empréstimos de valores mais baixos em janeiro, segundo pesquisa divulgada pela fintech Guiabolso. A pesquisa aponta que 83,3% pedem valores entre R$ 500 e R$ 10.500, percentual 14,2% maior do que o registrado no mesmo mês em 2019. 

Além disso, 12% dos entrevistados pediram empréstimos de R$ 10.501 a R$ 20.500 e 4,7% superiores a R$ 20.500. 

Os principais motivos que levaram estas pessoas a pedirem empréstimos em janeiro foram refinanciar dívidas (29,9%), pagar o cartão de crédito (18,3%), pagar o cheque especial (12,2%) e investir na empresa (11,1%).

Outros itens que também foram listados são educação, comprar carro e tirar férias. 

Segundo o head de crédito do Guiabolso, Ricardo Takeyama, a maior demanda por empréstimos de menor valor pode indicar tanto uma mudança comportamental como uma evolução no perfil de ofertas da fintech.

"Em um ano, reduzimos a taxa mínima para 2,49% e o valor mínimo do empréstimo de 1 mil para R$ 500. Além disso, houve uma maior democratização do crédito com a ampliação da oferta para públicos antes menos atendidos, como a baixa renda”, afirma.

Últimas