Economia Envio de cartas e outros serviços dos Correios sobem 5,49%

Envio de cartas e outros serviços dos Correios sobem 5,49%

Reajuste de preços, autorizado pelo Ministério das Comunicações, foi publicado e entra em vigor nesta segunda-feira (3)

  • Economia | Agência Brasil

Serviços dos Correios ficam 5,49% mais caros a partir desta segunda (3)

Serviços dos Correios ficam 5,49% mais caros a partir desta segunda (3)

Fernando Frazão / Agência Brasil - 18/09/2019

O Ministério das Comunicações publicou no D.O.U. (Diário Oficial da União) desta segunda-feira (3) uma portaria que autoriza os Correios a aplicar o reajuste de 5,49% nos preços dos envios de cartas e telegramas, nacionais e internacionais, entre outros serviços postais prestados pela estatal de logística. A medida entra em vigor com a publicação.

O aumento corresponde à variação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) entre janeiro e dezembro de 2022, medido pelo IBGE (Instituto Nacional de Geografia e Estatística), descontado o Fator de Produtividade — um percentual que se refere ao tempo que um funcionário passa fazendo alguma atividade para a qual oi contratado.

Com os novos preços, o envio de uma carta e de um aerograma nacional vai custar de R$ 2,45 a R$ 13,45, de acordo com o peso, até o limite de 500 gramas. No caso dos telegramas nacionais, os preços variam de R$ 10,29 a R$ 14,90, a depender do meio utilizado (internet, telefone ou pessoalmente, na agência).

Na portaria também foi publicado um novo agrupamento de países para a precificação do envio de correspondências internacionais. O último reajuste dos Correios havia sido feito em maio de 2022.

Últimas