Economia Fábrica de bolos prioriza higiene e foca nas entregas

Fábrica de bolos prioriza higiene e foca nas entregas

Limpeza constante e rígidos padrões na manipulação dos ingredientes fazem parte da nova fase do setor

  • Economia | Conteúdo Patrocinado

O controle de qualidade na fábrica de bolos ficou ainda mais rígido na pandemia

O controle de qualidade na fábrica de bolos ficou ainda mais rígido na pandemia

Reprodução

Álcool em gel nas mãos, luvas, máscara e viseira de acrílico. As roupas e acessórios de quem trabalha no comércio e na prestação de serviços do ramo alimentício está diferente. Com a reabertura dos negócios em meio à pandemia, rigidez na limpeza do ambiente e itens de segurança tornaram-se obrigatórios na fábrica de bolos.

Da cozinha saem cerca de 60 itens entre os mais variados: bolos de vó, de festa, gourmet, docinhos e salgadinhos. Tudo feito sob o olhar atento de quem cuida da higiene sanitária incansavelmente, para que o risco do contágio não se torne uma barreira para a produtividade e as vendas.

Enquanto as medidas de segurança de saúde aumentam, o contato físico diminui. O delivery é a estratégia para manter o isolamento social sem abrir mão da clientela. Do balcão para as entregas, o importante é garantir o bem-estar geral e o padrão de qualidade do produto. Uma dica de ouro que os comerciantes estão sabendo aplicar cada vez mais em seus comércios.

Últimas