Economia Governo diz que decisão da Ford ‘destoa' da recuperação brasileira

Governo diz que decisão da Ford ‘destoa' da recuperação brasileira

Ministério da Economia diz que anuncio reforça a necessidade de melhoria do ambiente de negócios e do avanço das reformas

  • Economia | Do R7

Economia diz que trabalha para redução do Custo Brasil

Economia diz que trabalha para redução do Custo Brasil

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Ministério da Economia lamentou nesta segunda-feira (11) a decisão da Ford de encerrar a produção de veículos no Brasil.  De acordo com a pasta, o anunciou da montadora "destoa da forte recuperação observada na maioria dos setores da indústria no país". 

Em nota, o ministério o governo entende que a decisão da Ford "reforça a necessidade de rápida implementação das medidas de melhoria do ambiente de negócios e de avançar nas reformas estruturais". Para isso, o órgão afirma que trabalha na "redução do Custo Brasil com iniciativas que já promoveram avanços importantes". 

Leia mais: Anúncio de fechamento de fábricas da Ford pega sindicatos de surpresa

A manifestação da equipe econômica surge algumas horas após a montadora norte-americana comunicar o fechamento de suas três fábricas em operação no Brasil ainda neste ano. As unidades estão localizadas em Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE).

A previsão da Ford é de que o plano de reestruturação da empresa no Brasil e na Argentina deve atingir 5.000 funcionários e terá impacto financeiro de aproximadamente US$ 4,1 bilhões em despesas não recorrentes em território nacional.

Leia a íntegra da nota:

"O Ministério da Economia lamenta a decisão global e estratégica da Ford de encerrar a produção no Brasil. A decisão da montadora destoa da forte recuperação observada na maioria dos setores da indústria no país, muitos já registrando resultados superiores ao período pré-crise. O ministério trabalha intensamente na redução do Custo Brasil com iniciativas que já promoveram avanços importantes. Isto reforça a necessidade de rápida implementação das medidas de melhoria do ambiente de negócios e de avançar nas reformas estruturais."

Últimas