Economia Governo dos EUA não planeja resgate ao Silicon Valley Bank após falência

Governo dos EUA não planeja resgate ao Silicon Valley Bank após falência

Secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, afirmou que governo está trabalhando para ajudar os depositantes

Agência Estado - Economia
Logotipo do Silicon Valley Bank, que registrou a maior falência desde crise de 20083

Logotipo do Silicon Valley Bank, que registrou a maior falência desde crise de 20083

REUTERS/Dado Ruvic-10/03/2023

A secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, disse neste domingo (12) que o governo dos EUA não planeja resgatar o SVB (Silicon Valley Bank), mas que está trabalhando para ajudar os depositantes que estão preocupados com seu dinheiro.

Em entrevista ao programa Face the Nation, da CBS, ela forneceu poucos detalhes sobre os próximos passos do governo, mas enfatizou que a situação é bem diferente da crise financeira de quase 15 anos atrás, que levou a resgates bancários para proteger o setor.

"Não vamos fazer isso de novo, mas estamos preocupados com os depositantes e focados em tentar atender às suas necessidades", disse, em tentativa de tranquilizar a população de que não haverá efeito dominó após o colapso do SVB. "O sistema bancário americano é realmente seguro e bem capitalizado. É resiliente", afirmou.

A Federal Deposit Insurance Corporation garante depósitos de até US$ 250 mil. Mas muitos dos clientes do banco - conhecido por seus relacionamentos com startups de tecnologia e capital de risco - tinham mais do que esse valor em suas contas. Há temores de que alguns trabalhadores em todo o país não recebam seus contracheques.

O Silicon Valley Bank é o 16º maior banco do país. Foi a segunda maior falência de banco na história dos Estados Unidos, após o colapso do Washington Mutual em 2008. O banco atendia principalmente trabalhadores de tecnologia e empresas apoiadas por capital de risco, incluindo algumas das marcas mais conhecidas do setor. Fonte: Associated Press.

Últimas