Economia Governo reduz projeção de crescimento da economia deste ano

Governo reduz projeção de crescimento da economia deste ano

Projeção passou de 2,5% para 1,6%, por causa da menor confiança dos agentes econômicos e impactos negativos da greve dos caminhoneiros

Projeção do PIB

Dinheiro, Moeda, Contas Públicas, Brasil, PIB, Riqueza, Produto Interno Bruto

Dinheiro, Moeda, Contas Públicas, Brasil, PIB, Riqueza, Produto Interno Bruto

Getty Images

O governo vai reduzir sua previsão de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) deste ano a 1,6%, afirmou uma fonte da equipe econômica à Reuters nesta quinta-feira (12), em meio ao cenário de menor confiança dos agentes econômicos e fortes impactos negativos da greve dos caminhoneiros.

Até então, o governo vinha mantendo a perspectiva de expansão de 2,5% do PIB para 2018, mas na divulgação do relatório bimestral de receitas e despesas dos Ministério da Fazenda e do Planejamento, que acontecerá até o próximo dia 22, a nova projeção será divulgada.

A nova conta é a mesma do Banco Central, que no final de junho justificou sua análise citando não apenas os efeitos da greve dos caminhoneiros, mas também a queda da confiança de empresas e consumidores e a perda de fôlego da atividade vista desde o início do ano.

As projeções sobre o desempenho da economia têm se tornado cada vez mais pessimistas. Pesquisa Focus do BC, que ouve uma centena de economistas todas as semanas, mostra que a estimativa de expansão do PIB do país neste ano estava em 1,53%, depois de ter chegado a 3% alguns meses antes.