Economia Governo suspende a venda de 12 planos de saúde no Brasil

Governo suspende a venda de 12 planos de saúde no Brasil

Proibição começa a valer na próxima sexta-feira (17) e deve beneficiar 55.197 clientes de convênios

  • Economia | Do R7

Pixabay

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determinou a suspensão temporária da comercialização de 12 planos de saúde de quatro operadoras devido a reclamações recebidas no terceiro trimestre.

A proibição da venda, divulgada nesta segunda-feira (13), passa a valer a partir da próxima sexta-feira (17) e leva em conta o elevado número de reclamações relacionadas à cobertura assistencial.

A medida faz parte do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que acompanha regularmente o desempenho do setor e atua na proteção dos consumidores.

De acordo com a ANS, o impedimento da entrada de novos usuários nos planos protege 55.197 beneficiários. Fica permitido apenas o ingresso de novo filho, novo cônjuge, ex-empregados demitidos ou aposentados nos contratos já vinculados aos planos suspensos.

"O objetivo da suspensão é impedir a entrada de novos usuários em planos com problemas na assistência até as operadoras apresentarem melhora no resultado do monitoramento", informa a reguladora. 

Também ficou estabelecida a volta da comercialização dos planos da categoria Medvida Empresa, da operadora Oralclass Assistência Médica e Odontológica Ltda.

Confira a lista de planos com a venda suspensa

SAÚDE SIM LTDA.:

• Sim Essencial Empresarial R1 CC;
• Classe Ade R1 ACC;
• Sim Sênior ENF IND AH S/C;
• Sim 20 Empresarial REG 1 Enfermaria SC;
• Sim 10 Empresarial REG 1 Enfermaria SC; e
• Sim 10 Adesão REG 1 Enfermaria SC.

ORALCLASS ASSISTÊNCIA MÉDICA E ODONTOLÓGICA LTDA.:

• PPHS — Plano Popular Hospitalar de Saúde;
• COL por Adesão Salvador — ENF;
• PPHS Salvador ENF; e
• COL EMP Salvador ENF.

UNIMED DO SUDOESTE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA.:

• Essencial Prata.

SANTA HELENA ASSISTÊNCIA MÉDICA S.A.:

• Ouro V.

Últimas