Homem mais rico do Brasil "fica mais rico" e País perde 23 bilionários, diz Forbes

Jorge Paulo Lemann tem fortuna estimada em US$ 27,8 bilhões. Liderança ainda é de Bill Gates

Homem mais rico do Brasil "fica mais rico" e País perde 23 bilionários, diz Forbes

Empresário do ramo cervejeiro Jorge Paulo Lemann é o brasileiro mais rico do mundo

Empresário do ramo cervejeiro Jorge Paulo Lemann é o brasileiro mais rico do mundo

Reprodução/Forbes

O homem mais rico do Brasil ficou "mais rico" e subiu algumas posições no ranking mundial de fortunas, enquanto 23 bilionários brasileiros perderam grana por motivos diversos e deixaram de ser... bilionários. 

Entre as razões para o País ter perdido representantes na lista da Forbes, divulgada nesta terça-feira (1º), estão a volatilidade dos mercados, a desvalorização do barril de petróleo e o fortalecimento do dólar.

O ranking da revista Forbes divulgado nesta terça-feira (1º) indica que o patrimônio de Jorge Paulo Lemann, empresário do ramo cervejeiro, passou a ter nada menos do que US$ 27,8 bilhões.

Com isso, ele subiu da 26ª posição do ranking de 2015 para a 19ª colocação neste ano. A liderança permanece com o americano Bill Gates,  dono da Microsoft, que tem uma fortuna estimada em US$ 75 bilhões — ele manteve a primeira colocação conquistada no ano passado.

A segunda posição pertence ao espanhol Amancio Ortega, que possui nada menos que US$ 67 bilhões — ele era o quarto colocado em 2015. Portanto, Ortega, que é proprietário da cadeia de lojas de roupas Zara, é o homem mais rico da Espanha.

Leia mais notícias de Economia

Com a "medalha de bronze", está o também americano Warren Buffett, com uma fortuna estimada em US$ 60,8 bilhões — no ano passado, ele também havia ficado na terceira posição.

O segundo brasileiro mais bem colocado é o banqueiro Joseph Safra, cuja fortuna estimada é de US$ 17,2 bilhões — na classificação geral, ele é o 42º colocado. O terceiro brasileiro mais rico é o empresário do ramo cervejeiro Marcel Herrmann Telles, que tem US$ 13 bilhões — na lista geral, ele é o 68º colocado.

Ao todo, o mundo possui 1.810 bilionários de acordo com o ranking de 2016 — em 2015, quando houve um recorde, havia 1.826 bilionários no mundo. Os Estados Unidos possuem nada menos que 540 pessoas nessa lista, seguido pela China (251), Alemanha (120) e Rússia (77).

A Forbes destaca que o Brasil perdeu 23 bilionários de 2015 para 2016 e agora possui 31 pessoas nessa situação.

Veja a lista de bilionários brasileiros de acordo com a Forbes:

1.       Jorge Paulo Lemann — US$ 27,8 bilhões

2.       Joseph Safra — US$ 17.2 bilhões

3.       Marcel Herrmann Telles — US$ 13 bilhões

4.       Carlos Alberto Sicupira — US$ 11,3 bilhões

5.       Eduardo Saverin — US$ 6,2 bilhões

6.       João Roberto Marinho — US$ 4,3 bilhões

7.       José Roberto Marinho — US$ 4,3 bilhões

8.       Roberto Irineu Marinho — US$ 4,3 bilhões

9.       Abilio dos Santos Diniz — US$ 3,4 bilhões

10.   Jorge Moll Filho — US$ 3 bilhões

11.   Fernando Roberto Moreira Salles — US$ 2,8 bilhões

12.   João Moreira Salles — US$ 2,8 bilhões

13.   Pedro Moreira Salles — US$ 2,8 bilhões

14.   Walther Moreira Salles Junior — US$ 2,8 bilhões

15.   Walter Faria — US$ 2,6 bilhões

16.   José Luis Cutrale — US$ 2,5 bilhões

17.   Francisco Ivens de Sa Dias Branco — US$ 2,1 bilhões

18.   Rossana Camargo de Arruda Botelho — US$ 1,9 bilhão

19.   Edson de Godoy Bueno — US$ 1,9 bilhão

20.   Aloysio de Andrade Faria — US$ 1,9 bilhão

21.   Renata de Camargo Nascimento — US$ 1,9 bilhão

22.   Regina de Camargo Pires Oliveira Dias — US$ 1,9 bilhão

23.   Carlos Sanchez — US$ 1,7 bilhão

24.   Julio Bozano — US$ 1,6 bilhão

25.   Andre Esteves — US$ 1,6 bilhão

26.   Alexandre Grendene Bartelle — US$ 1,6 bilhão

27.   Miguel Krigsner — US$ 1,6 bilhão

28.   Ermirio Pereira de Moraes — US$ 1,1 bilhão

29.   Maria Helena Moraes Scripilliti — US$ 1,1 bilhão

30.   Lirio Parisotto — US$ 1 bilhão

31.   Alfredo Egydio Arruda Villela Filho — US$ 1 bilhão