Economia Inadimplência registra menor avanço desde dezembro de 2017

Inadimplência registra menor avanço desde dezembro de 2017

Houve crescimento na quantidade de pessoas que estão com dívidas em aberto, mas número de dívidas diminuiu

Inadimplência

Número de dívidas teve queda no mês

Número de dívidas teve queda no mês

Aloisio Mauricio /Fotoarena/Folhapress - 24.08.2018

A inadimplência cresceu 1,78% no mês de fevereiro, segundo os dados da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) divulgados nesta sexta-feira (15). No entanto, o avanço é o menor registrado desde dezembro de 2017.

O número de dívidas teve queda de 1,01% em relação a fevereiro de 2018. 

Em fevereiro, o Brasil tinha 62,01 milhões de brasileiros negativados, número que representa 40,1% da população acima dos 18 anos. 

A maior parte dos inadimplentes têm idade entre 30 e 39 anos. Em fevereiro, mais da metade da população nesta faixa etária (51,1%) estava com o nome inscrito em alguma lista de devedores, somando um total de 17,59 milhões.

A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, destaca que o crescimento da inadimplência em menor ritmo no País se dá simultaneamente ao aumento da oferta de crédito, segundo dados do Banco Central.

“Por muito tempo, o avanço da inadimplência foi mitigado pela oferta de crédito diminuída. Agora, a desaceleração ocorre a despeito do crescimento das concessões, indicando um cenário melhor para o mercado de crédito”, explica.