Economia Inflação do aluguel acumula alta de quase 9% no último ano

Inflação do aluguel acumula alta de quase 9% no último ano

Pesquisa da FGV leva em conta os dados de Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

  • Economia | Do R7, com Estadão Conteúdo

Porto Alegre foi a única capital com queda nos preços

Porto Alegre foi a única capital com queda nos preços

Arquivo/Agência Brasil

O aluguel residencial aumentou em 8,9% nos últimos 12 meses. O nível foi alcançado após variação positiva de 0,97% março. Os dados são do IVAR (Índice de Variação de Aluguéis Residenciais), levantado pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

Em relação às quatro capitais que integram o índice, o aluguel residencial em São Paulo teve alta de 0,74% no mês passado. No Rio de Janeiro, o indicador cresceu 2,5% no período. Na cidade de Belo Horizonte, a expansão foi de 4,76%.

Por sua vez, Porto Alegre segue com queda nos preços de imóveis. Em março, variação de -1,67%. Porém, vale lembrar que esse patamar representa desaceleração na deflação no aluguel, porque, em fevereiro, o recuo havia sido maior (-4,71%).

Divulgação/FGV-IBRE

Porém, todos esses municípios acumulam alta no último ano: 7,32% em São Paulo, 6,95% em Porto Alegre, 14,79% em Belo Horizonte e 10,24% no Rio de Janeiro.

A inflação do aluguel da FGV é medida com informações obtidas diretamente de contratos assinados entre locadores e locatários sob intermediação de empresas administradoras de imóveis.

Últimas